Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Brasil perto das 150 mil mortes, mudanças no STF e corrupção associada a...



Baixo Clero, o podcast de política do UOL, discute: nas vésperas de bater a triste marca de 150 mil mortos por Covid-19, o país tenta aprender a conviver com a doença. Quais os impactos que a pandemia causou na classe política? Também na pauta a aposentadoria do ministro do STF, Celso de Mello, e a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques por Bolsonaro, um presidente que tenta se aproximar cada vez mais do universo jurídico – seus filhos estão cada vez mais enrolados com denúncias e suspeitas de irregularidades.

Baixo Clero vai ao ar às quintas-feiras e nesta semana é apresentado por Carla Araújo, Maria Carolina Trevisan e Diogo Schelp.

Comentários

Questão