Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Como está o ensino no Brasil hoje? | Ensino Publico



O ‘De olho na educação’, programa jornalístico que tem o objetivo de discutir até o segundo turno das eleições a situação do ensino no Brasil, recebe hoje a professora Guiomar Namo de Mello, educadora e membro do Conselho Estadual de Educação de São Paulo.





O objetivo é despertar no eleitor a atenção para o tema e disponibilizar à população informações necessárias para compreender e analisar as propostas dos candidatos para a área, considerada essencial para o desenvolvimento nacional. Os aspectos abordados vão desde a pré-escola até as universidades, incluindo a capacitação dos professores, as avaliações estudantis, a Base Nacional Comum Curricular, a infraestrutura, o suporte para pesquisas científicas e tecnológicas e o retrato do ensino técnico. 
Como está o ensino no Brasil hoje? | Ensino Publico

Comentários

Questão