Secretários de Saúde veem fracasso de Bolsonaro e Pazuello e também querem impeachment

Secretários estaduais de Saúde consideram que sucessivos vexames de Bolsonaro e Pazuello com as vacinas levaram a situação ao limite do suportável. Alguns gestores já apoiam pedido de impeachment do ocupante do Planalto.  Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment do presidente.  Os gestores estaduais de Saúde não receberam nenhuma comunicação sobre o cancelamento da ida do avião brasileiro à Índia, após o fracasso das negociações feitas pelo próprio presidente com o governo indiano. Os secretários se queixam ainda de que não foram avisados sobre mudança no calendário de vacinação e veem o episódio como um vexame e um fracasso nacional.  Segundo o Painel da Folha de S.Paulo , gestores estaduais afirmam que o governo e o ministério estão completamente perdidos. Alguns deles só veem como solução para a tragédia sanitária o impeachment do presid

Reinaldo

Ministério da Saúde "desmente" Caiado e nega centralização de vacinas adquiridas por estados

Em entrevista ao Datena na Rádio Bandeirantes, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, criticou o plano de vacinação anunciado por João Doria: "O que estamos assistindo em São Paulo é de uma irresponsabilidade ímpar"
O incomodo causado por João Doria teve mais um episódio nesta sexta feira. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, havia dito a tarde que o governo federal iria editar uma medida provisória para "requisitar" todas as vacinas produzidas ou importadas no país. 
Ronaldo Caiado fez a afirmação após se encontrar com o ministro Pazuello e, disse ter ouvido isso do próprio ministro.  Mais cedo, o governador João Doria respondeu as declarações de Caiado afirmando que "a insanidade de Bolsonaro foi adotada por Caiado."
Fonte: Ministério da Saúde nega centralização de vacinas adquiridas por estados / Twitter




Comentários

Questão