Secretários de Saúde veem fracasso de Bolsonaro e Pazuello e também querem impeachment

Secretários estaduais de Saúde consideram que sucessivos vexames de Bolsonaro e Pazuello com as vacinas levaram a situação ao limite do suportável. Alguns gestores já apoiam pedido de impeachment do ocupante do Planalto.  Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment do presidente.  Os gestores estaduais de Saúde não receberam nenhuma comunicação sobre o cancelamento da ida do avião brasileiro à Índia, após o fracasso das negociações feitas pelo próprio presidente com o governo indiano. Os secretários se queixam ainda de que não foram avisados sobre mudança no calendário de vacinação e veem o episódio como um vexame e um fracasso nacional.  Segundo o Painel da Folha de S.Paulo , gestores estaduais afirmam que o governo e o ministério estão completamente perdidos. Alguns deles só veem como solução para a tragédia sanitária o impeachment do presid

Reinaldo

Incêndio no Flamengo: MPRJ acusa clube de tentar coagir sobreviventes para aceitar acordo, diz site

E-mail revela que Flamengo sabia de problemas urgentes no Ninho do Urubu  meses antes da tragédia
A defesa do Flamengo sofreu mais um revés no caso do incêndio no Ninho do Urubu, após o vazamento de emails que mostram que o clube sabia dos riscos do alojamento da base desde 2018. O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) acusa o clube de tentar coagir os 16 sobreviventes, conforme mostra documento obtido pelo "UOL".
Logo após a morte dos 10 meninos da base, a diretoria rubro-negra procurou as famílias dos sobreviventes e propôs uma indenização de R$ 20 mil para cada um por danos morais. O recebimento do valor só seria feito se os jovens renunciassem ao direito de acionar o clube na Justiça por outros prejuízos. 
Fonte: Incêndio no Flamengo: MPRJ acusa clube de tentar coagir sobreviventes para aceitar acordo, diz site - Jornal O Globo

Comentários

Questão