Estados articulam ofensiva para barrar proposta de parcelamento de precatórios

A perda de prestígio e credibilidade do governo leva o ministério da economia a tentar manobra para não repassar de uma vez os precatórios aos estados, e assim evitar que opositores tenham acesso a verba às vésperas do ano eleitoral. Jair Bolsonaro segue sua ofensiva contra a Democracia, instituições e o sistema de votação, ao tempo em que tenta asfixiar financeiramente possíveis adversários no pleito de 2022. A matéria do Estadão retrata este cenário: Os Estados se mobilizam numa ofensiva no Congresso para evitar o parcelamento dos precatórios devidos pela União, medida defendida pela equipe econômica para garantir a ampliação do programa Bolsa Família no ano que vem. Dos R$ 89 bilhões em dívidas judiciais previstos para o Orçamento de 2022, pelo menos R$ 16,6 bilhões têm governos estaduais como credores. Para os Estados, a PEC dos precatórios e o projeto que altera o Imposto de Renda são duas frentes lançadas pelo governo federal que fragilizam as contas dos governos regionais, com p

Reinaldo

Incêndio no Flamengo: MPRJ acusa clube de tentar coagir sobreviventes para aceitar acordo, diz site

E-mail revela que Flamengo sabia de problemas urgentes no Ninho do Urubu  meses antes da tragédia
A defesa do Flamengo sofreu mais um revés no caso do incêndio no Ninho do Urubu, após o vazamento de emails que mostram que o clube sabia dos riscos do alojamento da base desde 2018. O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) acusa o clube de tentar coagir os 16 sobreviventes, conforme mostra documento obtido pelo "UOL".
Logo após a morte dos 10 meninos da base, a diretoria rubro-negra procurou as famílias dos sobreviventes e propôs uma indenização de R$ 20 mil para cada um por danos morais. O recebimento do valor só seria feito se os jovens renunciassem ao direito de acionar o clube na Justiça por outros prejuízos. 
Fonte: Incêndio no Flamengo: MPRJ acusa clube de tentar coagir sobreviventes para aceitar acordo, diz site - Jornal O Globo

Comentários

Questão