O ator e humorista Batoré morre em São Paulo

O ator e humorista Ivanildo Gomes Nogueira, de 61 anos, conhecido como Batoré, morreu nesta segunda-feira (10), em São Paulo. Ele estava com câncer. Batoré morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, Zona Norte da capital. "As informações médicas foram repassadas à família e a Secretaria Municipal de Saúde lamenta o ocorrido", diz nota da Prefeitura. Ivanildo nasceu em Serra Talhada, em Pernambuco, e se mudou para São Paulo ainda criança. Antes de se tornar ator, jogou futebol nas categorias de base em times paulistas. Com seu principal personagem, Batoré, Ivanildo integrou o elenco do programa " A Praça é Nossa ", do SBT. Em 2016, foi contratado pela Rede Globo para a novela "Velho Chico" em que fez o papel do delegado Queiroz. Batoré também foi vereador de Mauá, na Grande São Paulo, por dois mandatos pelo PP. Fonte: Batoré, ator e humorista, morre em SP | São Paulo | G1

Reinaldo

Diplomacia brasileira: da neutralidade ao alinhamento automático



A menos de 50 dias da eleição presidencial nos Estados Unidos, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, fez uma rápida visita a alguns países da América do Sul, dentre eles, o Brasil. Aqui, foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo, com quem visitou a fronteira entre Roraima e a Venezuela.

Mas a vinda do secretário americano criou um mal-estar no Congresso. Muitos parlamentares brasileiros chamaram a visita de ato de campanha do governo Trump. Nessa semana, o ministro das Relações Exteriores teve que ir ao Senado para explicar por que acompanhou Mike Pompeo em Roraima.

Afinal, o que essa visita representa? Quais as conseqüências para o Brasil com a quebra de neutralidade na diplomacia brasileira? Discutimos o assunto com o diplomata e ex-embaixador do Brasil nos Estados Unidos Sergio Amaral e a professora de Relações Internacionais da ESPM e coordenadora do Núcleo de Estudos e Negócios Americanos, Denilde Holzhacker.

Esse é um podcast do Jornal da Band com Lana Canepa e Eduardo Oinegue.

Comentários

Questão