Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

ARRECADAÇÃO AUMENTA | RENDA DO TRABALHADOR CAI



No #MorningCall desta segunda-feira, Gabriela Lisbôa conversa com Anna Reis, economista da Gap Asset sobre a expectativa para o andamento da Reforma Tributária, que deve incluir a nova CPMF, o novo imposto digital, e o Pacto Federativo.  Nas manchetes do dia, o aumento da arrecadação por conta do ICMS, enquanto a renda a renda do trabalhador caiu 25% durante a pandemia, o que ajuda a fechar essa conta é o auxílio emergencial. A campanha começou oficialmente e o presidente Jair Bolsonaro, que prometeu ficar de fora, acenou para o candidato Celso Russomanno, em São Paulo, o que pode não agradar o Congresso e dificultar a aprovação das reformas.

Comentários

Questão