Secretários de Saúde veem fracasso de Bolsonaro e Pazuello e também querem impeachment

Secretários estaduais de Saúde consideram que sucessivos vexames de Bolsonaro e Pazuello com as vacinas levaram a situação ao limite do suportável. Alguns gestores já apoiam pedido de impeachment do ocupante do Planalto.  Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment do presidente.  Os gestores estaduais de Saúde não receberam nenhuma comunicação sobre o cancelamento da ida do avião brasileiro à Índia, após o fracasso das negociações feitas pelo próprio presidente com o governo indiano. Os secretários se queixam ainda de que não foram avisados sobre mudança no calendário de vacinação e veem o episódio como um vexame e um fracasso nacional.  Segundo o Painel da Folha de S.Paulo , gestores estaduais afirmam que o governo e o ministério estão completamente perdidos. Alguns deles só veem como solução para a tragédia sanitária o impeachment do presid

Reinaldo

Um dia após a prisão de Queiroz, Flávio Bolsonaro é chamado a depor sobre suposto vazamento da Operação Furna da Onça, que revelou as movimentações atípicas nas contas de seu ex-assessor



O Ministério Público Federal solicitou que o senador seja ouvido em caso que apura vazamento de informações no âmbito da operação Furna da Onça, da Polícia Federal. Esta é a operação que investiga movimentações atípicas na conta de Fabrício Queiroz, então assessor de Flávio na Alerj. 
Segundo o empresário e suplente de Flávio no Senado, Paulo Marinho, o então deputado estadual ficou sabendo com antecedência que a operação seria deflagrada e atingiria seu assessor. Queiroz também deve depor sobre o caso.

Comentários

Questão