Comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega recorreram a Jair Bolsonaro, diz The Intercept

Ligações perigosas apontam para relações estreitas entre comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega e o Presidente da República, a matéria intitulada o "O cara da casa de vidro" traz dados que levantam suspeitas sobre Jair Bolsonaro.   O Intercept já havia reportado sobre as escutas em fevereiro, quando mostramos como Adriano dizia que “se fodia” por ser amigo do presidente da República, e em março, quando detalhamos a briga pelo espólio deixado pelo ex-caveira. As referências a “Jair” e “cara da casa de vidro” constam em novos documentos recebidos pela reportagem, que, em conjunto com as escutas anteriores, permitem entender a amplitude das relações do miliciano e da rede que lhe deu apoio no período em que passou foragido. Adriano da Nóbrega fugia da justiça desde janeiro de 2019, quando o Ministério Público do Rio pediu a sua prisão, acusando-o de chefiar a milícia Escritório do Crime, especializada em assassinatos por encomenda. Ex-integrante da elite do batalhão de elite

Reinaldo

Governo Ronaldo Caiado decide paralisar o programa Goiás na Frente por falta de recursos

Imagem relacionadaO governo não tem disponibilidade financeira para dar continuidade ao Programa Goiás na Frente, criado em março de 2017 pelo então governador Marconi Perillo, informou o secretário de Governo, Ernesto Roller, em entrevista à imprensa nesta segunda-feira (4). O secretário disse que conversará com todos os prefeitos de 221 municípios que assinaram convênios com o Estado para discutir a situação de cada um.











“Estamos fazendo todos os levantamentos, todas as consultas necessárias, mas é importante dizer que não há recursos para conclusão do programa. Ele já vem sendo estudado, discutido desde dezembro, mas não foi feito nenhum repasse. O próximo passo será chamado os prefeitos para discutirmos caso a caso”, explicou o secretário.
Governo Ronaldo Caiado decide paralisar o programa Goiás na Frente por falta de recursos

Comentários

Questão