Arthur Nory é campeão mundial na barra fixa

A velha política impera no Brasil! Assessora de Bolsonaro era personal trainer no Rio em horário do expediente em Brasília

     Nathalia Queiroz trabalhava na Câmara dos Deputados, no gabinete do presidente eleito, ao mesmo tempo em que atuava como personal trainer, no Rio de Janeiro. Nos últimos meses, ela recebeu salário bruto de R$ 10 mil por sua função de assessora parlamentar. 
     O nome dela aparece no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), que identificou movimentações atípicas na conta de seu pai, Fabrício Queiroz. O homem é ex-assessor de Flávio Bolsonaro, senador eleito.
     O assunto agora deixa de ser apenas irregularidades no mandato de Flávio e passa a ser um problema de desvio de conduta do pai, Jair.  Agora cabe a Jair Bolsonaro explicar como a sua assessora Nathalia Queiroz compatibilizava as 40 horas de trabalho no gabinete com a atividade de personal de famosos. Ela é filha do motorista Fabrício, desaparecido depois das descobertas de sua conta.

Comentários