O ator e humorista Batoré morre em São Paulo

O ator e humorista Ivanildo Gomes Nogueira, de 61 anos, conhecido como Batoré, morreu nesta segunda-feira (10), em São Paulo. Ele estava com câncer. Batoré morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, Zona Norte da capital. "As informações médicas foram repassadas à família e a Secretaria Municipal de Saúde lamenta o ocorrido", diz nota da Prefeitura. Ivanildo nasceu em Serra Talhada, em Pernambuco, e se mudou para São Paulo ainda criança. Antes de se tornar ator, jogou futebol nas categorias de base em times paulistas. Com seu principal personagem, Batoré, Ivanildo integrou o elenco do programa " A Praça é Nossa ", do SBT. Em 2016, foi contratado pela Rede Globo para a novela "Velho Chico" em que fez o papel do delegado Queiroz. Batoré também foi vereador de Mauá, na Grande São Paulo, por dois mandatos pelo PP. Fonte: Batoré, ator e humorista, morre em SP | São Paulo | G1

Reinaldo

800 mil trabalham para o crime no RJ!



Informação de órgão de Inteligência revela que 800 mil jovens trabalham para o tráfico de drogas, de armas ou em milícias, no Rio de Janeiro, um estado de 17 milhões de habitantes.
O que não deve ser muito maior ou menor do que os trabalhadores do PCC, em São Paulo.
Basta armar os moradores das áreas que o crime controla?
Atirar na testa de supostos traficantes a partir de drones israelenses - isso também vai resolver?
E a reforma da Previdência, que, segundo a Míriam e o Armínio Naufraga, cura até dor de corno? Vai resolver isso?
40% dos trabalhadores do crime no Rio têm entre 16 e 29 anos...
O Brasil é governável?
Qual a solução da bancada da bala?
Veja na TV Afiada - e não se assuste!

Comentários

Questão