Karol Conká pode perder até R$ 5 milhões com suas atitudes no BBB 21

De favorita ao prêmio de R$ 1,5 milhão do BBB 21 ( Big Brother Brasil ), a rapper Karol Conká acumula cancelamentos e pode ter prejuízo de até R$ 5 milhões, considerando perdas com publicidade no Instagram, shows e programas de TV. Os cálculos são da Brunch, agência especializada em influência digital. A agência levou em consideração três aspectos para chegar ao preço de uma publicidade nas redes sociais do criador: custos de produção, uso de imagem e distribuição. No caso da Karol, um post em foto no feed custa R$ 24 mil e ela faz em média dois por mês, o que totaliza R$ 48 mil. Cada show da artista sai por R$ 150 mil. Se ela fizer  quatro shows mensais são mais R$ 600 mil. Juntando redes sociais e shows, os ganhos dela chegam a R$ 648 mil por mês. A cantora tem ainda pelo menos um contrato publicitário de R$ 1 milhão. Além disso, entraria no ar o programa Prazer Feminino, na GNT, em que Karol apresentaria com a ex-BBB Marcela McGown. A Brunch considera que o programa lhe renderia alg

Reinaldo

Agora o problema da JBS-Friboi é com Donald Trump na terra do Tio Sam

AEm carta endereçada ao presidente Donald Trump, o maior sindicato de carne bovina dos Estados Unidos pediu que o departamento de justiça americano rejeite qualquer tipo de acordo de leniência proposto pela JBS, controlada pela J&F, e expulse a empresa do país.
 

Em 11 páginas, o R-CALF United Stockgrowers of America descreve as ações ilícitas envolvendo a empresa dos irmãos Batista e ainda pede que o governo investigue profundamente as atividades da JBS nos Estados Unidos.

Acusando a companhia de ter construído um monopólio e império da carne através de meios ilegais, a carta também pede que todo bem da companhia baseado nos EUA seja "imediatamente alienado". 

O documento, assinado pelo presidente do sindicato, Bill Bullard, sugere que a apuração cheque as relações da empresa com membros do congresso, funcionários e oficiais do departamento de justiça, do departamento de agricultura, do CFTC (Commodity Futures Trading Comission) e de outras agências federais.

O documento foi disparado em meio a notícias de que a companhia também se prepara para responder a eventuais crimes nos Estados Unidos, após ter fechado acordo com o Ministério Público Federal.

Em maio, a J&F grupo no país norte-americano. 

O Baker é o maior escritório de advocacia dos EUA, onde a companhia é dona de 91 unidades em operação. Cerca de 47% de seu faturamento é gerado lá. 

Comentários

Questão