Juliette lança nova música "Solar" que passa mensagem de que os dias ruins também passam

A letra de SOLAR foi escrita por alguém que naquele momento estava dilacerada pela vida, não tinha como saber que aquelas palavras carregadas de tristeza virariam uma bela e alegre música um dia, afinal de contas, elas tinham o intuíto de homenagear e lembrar uma perda muito grande.  As palavras vieram, a caneta deslizou sobre o papel e o texto fluiu de forma natural escrito por alguém magoada, com a fé abalada e triste pelas pancadas da vida naquele momento. Os dias mais difíceis nos levam a pensar que não vamos aguentar, a boa notícia é que eles também passam. A perda de alguém que amamos é irreparável e por vezes nos tira a própria luz do dia, mas que bom testemunhar que Deus nunca soltou a mão de Juliette e ainda permitiu que aquela tristeza de outrora se tornasse um encanto em forma música. A canção "Solar" traz Esperança, conforto e alegria. Na voz aveludada de Juliette ela avisa que o Sol volta sempre para fazer o nosso dia ser lindo outra vez.

Reinaldo

Fascinada por aliens e fã de Xuxa, cantora mãeana lança primeiro disco

Ana Cláudia Lomelino acredita em disco voador. Nunca viu um ET, mas espia naves no céu e diz que vê objetos não identificados desde os cinco anos. Dorme de luz acesa para evitar surpresas alienígenas no meio da noite.
A fascinação da cantora pela vida extraterrena é tamanha que inspirou o compositor Rubinho Jacobina a escrever versos sobre o tema na música-título do primeiro álbum, lançado sob o pseudônimo de mãeana pela gravadora Joia Moderna. "A mãeana é uma entidade familiar banal. Tem um pouco de mãe, de mãe de santo, de manhã e de amanhã", conta a carioca Ana Cláudia.

Comentários

Questão