Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Catuaba, a bebida do Carnaval, tem cheiro de cocô seco, diz sommelière

"Comida" convidou a sommelière e colunista de vinhos da Folha, Alexandra Corvo, a encher sua taça de duas marcas de catuaba –bebida tão popular nas festas de São Paulo que não foi fácil encontrá-la nas prateleiras dos mercados.

"É fácil de beber, suculenta, docinha e acidinha. Obviamente não é um produto para ser degustado até porque no nariz você sente, essencialmente, cheiro de cocô seco, de terra seca, de mofo", disse.

"Depois que a gente engole, sente os químicos. O retrogosto [aquele que fica na boca depois de beber] tem cheiro de ovo meio podre, que vem desses químicos pesados, dos sulfitos e conservantes."


Comentários

Questão