Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Exército soviético entrou em Auschwitz há 71 anos

A 27 de janeiro de 1945 o exército soviético libertava os prisioneiros do maior campo de concentração alemão. 

 Esta quarta-feira, alguns sobreviventes regressaram a Auschwitz para assinalar a data. 

Um aniversário marcado por memórias que nem o tempo ajuda a apagar.

"Vivi o inferno na terra, fico assustada só de falar. Vi a morte, a dor e o sofrimento" refere uma sobrevivente.

Comentários

Questão