Após MP-GO recomendar que Estado e Município não recebam a Copa América, Caiado pode desmoralizar o COE e o próprio Secretário da Saúde

A matéria abaixo foi publicada pelo jornal O Popular mostra que o único estado da federação que tem um médico como governador desmerece as decisões técnicas de um comitê montado para emitir pareceres em casos como este e, pior do que isso, desrespeita o próprio secretário de saúde que também poderia opinar tecnicamente sobre o assunto. A política e a politicagem falaram mais alto no Palácio das Esmeraldas, a vontade do governo de Goiás em "fazer média" com o negacionismo do governo federal salta aos olhos daqueles que tem um mínimo de bom senso.  Matéria do Jornalista Alexandre Ferrari em O Popular: Documento assinado por promotores com atuação na área da saúde cita a alta taxa de ocupação dos leitos de UTI e enfermaria de hospitais destinados para tratamento contra a Covid-19 O Ministério Público de Goiás (MP-GO) enviou uma carta ao governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), com a recomendação de que o Estado não seja sede da Copa América 2021 . O documento também foi encami

Reinaldo

Revolução na Educação - 38 dias de greve dos professores http://youtu.be/MClTtQFMCC8 via @Reinaldo_Cruz #QuestãoBrasil

Os professores da rede estadual de ensino optaram por continuar com a paralisação que já dura 38 dias.

Uma das principais reivindicações da categoria é a volta da titularidade, uma gratificação para especialistas, mestres e doutores, que segundo os professores, foi retirada pelo governo do estado.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), cerca de 2 mil professores participaram da assembleia que foi realizada na sede do Jóquei Clube de Goiás.

Nos últimos dias, os trabalhadores da educação vêm tentando chegar a um entendimento com o governo para por fim à greve iniciada há 37 dias.

O que mais está dificultando esse entendimento entre o governo e os professores é a questão do retorno da titularidade.

Uma nova assembleia foi marcada para a próxima quarta-feira (21/03).

Depois da reunião, os professores saíram em carreata, percorrendo algumas das principais ruas da região central da cidade.

Contrapropostas

Em nota a Secretaria Estadual de Educação informou que propôs ao sindicato dos professores a criação de uma comissão para apresentar novas propostas de valorização dos professores considerando três pontos:

gratificação para os especialistas, mestres e doutores, gratificação de desempenho e avaliação. Ainda de acordo com a secretaria, a comissão teria 40 dias para elaborar as propostas que depois seriam encaminhadas à Assembleia Legislativa.

De acordo com a secretaria, também há disposição para regularizar a situação salarial dos servidores administrativos, que cumprem jornada de 30 horas e reordenar a rede para realizar concurso público.

Outra proposta foi a suspensão do corte de ponto e o pagamento dos valores já descontados dos salários da categoria depois que começar a reposição das aulas perdidas.

Fonte: G1/Goiás

Comentários

Questão