O ator e humorista Batoré morre em São Paulo

O ator e humorista Ivanildo Gomes Nogueira, de 61 anos, conhecido como Batoré, morreu nesta segunda-feira (10), em São Paulo. Ele estava com câncer. Batoré morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pirituba, Zona Norte da capital. "As informações médicas foram repassadas à família e a Secretaria Municipal de Saúde lamenta o ocorrido", diz nota da Prefeitura. Ivanildo nasceu em Serra Talhada, em Pernambuco, e se mudou para São Paulo ainda criança. Antes de se tornar ator, jogou futebol nas categorias de base em times paulistas. Com seu principal personagem, Batoré, Ivanildo integrou o elenco do programa " A Praça é Nossa ", do SBT. Em 2016, foi contratado pela Rede Globo para a novela "Velho Chico" em que fez o papel do delegado Queiroz. Batoré também foi vereador de Mauá, na Grande São Paulo, por dois mandatos pelo PP. Fonte: Batoré, ator e humorista, morre em SP | São Paulo | G1

Reinaldo

Mocidade Alegre é campeã do Carnaval de SP @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Goianao2012 @Dribles_ @DJMikko_ @BUG_SPL

Depois de muita confusão na apuração do Grupo Especial das Escolas de Samba de São Paulo, o presidente da Liga, Paulo Sérgio Ferreira, anunciou no final da noite desta terça-feira que a Mocidade Alegre é a nova campeã do Carnaval de São Paulo. Segundo Serginho, a decisão foi tomada durante a reunião que aconteceu entre os presidentes das escolas que se reuniram e decidiram por sete votos a favor e cinco contra.


Segundo Solange, a escola não tem culpa pela confusão e o desfecho do carnaval de São Paulo. “O problema não é com a Mocidade Alegre. O problema não é com o pessoal da escola. As pessoas também têm o direito de reivindicar o que acham correto para elas. A única coisa que eu tenho para dizer a vocês é que não fomos nós que causamos essa situação. Por nós, estaríamos esperando o resultado das nossas notas, mas infelizmente essas notas desapareceram e se cumpriu o regulamento”, finalizou.

Mesmo sem a quadra estar lotada pelos componentes e torcedores da agremiação, a escola comemorou bsatante com a participação de parte da bateria. Muitas pessoas cantavam e dançavam aos gritos de 'É campeão!'.

De acordo com o presidente da Liga das Escolas de Samba, Paulo Sérgio Ferreira, a decisão de manter os pontos apurados até o início da confusão e anunciar a Mocidade campeã foi tomada por sete votos a cinco na reunião de quase cinco horas entre os presidentes das escolas. Ferreira disse que ficou valendo o artigo 29 do regulamento da Liga, que prevê uma média das notas quando alguma delas falta.

Fonte: G1


Comentários

Questão