Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

3 pontos polêmicos do discurso de Bolsonaro na ONU


Jair Bolsonaro não fugiu às polêmicas em seu discurso de abertura da Assembleia Nacional da ONU deste ano. O presidente se concentrou principalmente em defender sua gestão da pandemia e as ações em prol do meio ambiente, acusando a imprensa, os governadores, o protecionismo de outras nações e os "interesses escusos" de organismos internacionais pelas críticas que tem recebido pelo alto número de vítimas da covid-19 no país e pelas queimadas na Amazônia e no Pantanal. 
A correspondente em Washington, Mariana Sanches, explica neste vídeo três pontos-chave do discurso de Bolsonaro – além de falar sobre pandemia e meio ambiente, ele pediu o combate do que chamou de "cristofobia".

Comentários

Questão