Band descarta Fausto Silva em 2021 e confirma estreia de novo programa para Janeiro de 2022

A Band confirmou nesta terça-feira (22) que Fausto Silva, o Faustão, só vai estrear na programação da emissora em janeiro de 2022 . Havia sido cogitado que o apresentador poderia estrear ainda este ano, mas o próprio Faustão descartou essa hipótese. O dia e horário do novo programa ainda não estão definidos, mas segundo especulações da imprensa, tudo caminha para que seja uma atração diária, de segunda a sexta, no horário nobre, embora o domingo ainda não esteja totalmente descartado. As gravações serão realizadas nos estúdios da Band no Morumbi, zona sul de São Paulo. Eles serão reformados para o retorno do apresentador, que deixou da Globo em junho após 32 anos. Band descarta estreia de Fausto Silva este ano e confirma nova atração para Janeiro de 2022

Reinaldo

Tá comemorando o quê Presidente? Com 113 mil mortes no país, Bolsonaro promove evento "Brasil vencendo a covid"

Na sexta (21), o Brasil atingiu a marca de 113 mil mortes, em cinco meses, pelo novo coronavírus. Na segunda (24), o presidente Jair Bolsonaro participa do evento "Encontro Brasil vencendo a covid-19", que será realizado no Palácio do Planalto
Mídia de cabeçalho

O presidente Jair Bolsonaro participa na segunda (24) do evento, que será realizado no Palácio do Planalto. A cerimônia será aberta à imprensa e terá transmissão da TV Brasil. Na sexta (21), o Brasil alcançou a marca de 113.482 mortes provocadas pelo novo coronavírus, de acordo com o consórcio de veículos formado por UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo, G1, O Globo e Extra.

O número de pessoas que já foram infectadas no país é de 3.536.488. No mundo, apenas os Estados Unidos têm números piores, com quase 175 mil mortos e mais de 5,6 milhões de casos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

Logo atrás do Brasil vem o México, em número de óbitos (59.106); e a Índia, em número de infectados (2,9 milhões). O presidente Jair Bolsonaro e ao menos oito ministros de seu governo foram infectados pelo coronavírus. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também contraiu o vírus.

Tanto o presidente quanto Michelle e os ministros não tiveram quadros graves da doença e já se recuperaram. Desde o início da pandemia, o presidente tem desincentivado medidas apontadas por médicos e cientistas como eficazes para desacelerar a transmissão do vírus.

Bolsonaro é um crítico do isolamento social e, nesta semana, contestou a eficácia do uso de máscaras. Além disso, o presidente saiu às ruas durante o período de isolamento social decretado pelos governos estaduais e incentivou manifestações a seu favor; entre elas, manifestações antidemocráticas.

Bolsonaro tirou fotos, abraçou e estendeu a mão para apoiadores. O presidente chegou a vetar trecho de uma lei que tornava obrigatório o uso de máscaras em escolas, comércios, indústria e igrejas.

O veto foi derrubado pelo Congresso Nacional e o uso da máscara voltou a ser obrigatório nesses estabelecimentos. 

 Fonte:Com 113 mil mortes, Bolsonaro promove evento "Brasil vencendo a covid" / Twitter

Comentários

Questão