Kassio Nunes Marques: Senado sabatina indicado de Bolsonaro para vaga no STF

O senador Elmano Férrer (Progressistas -PI) emprega em seu gabinete a mulher do desembargador Kassio Nunes Marques, mas diz não saber quais as funções que ela exerce, com salário de R$ 11,4 mil por mês. “Eu tenho mais de 30 (funcionários) lá. Não sei o que... Ela é economista, trabalha lá”, afirmou Férrer ao Estadão.  “Vocês estão querendo especular  umas coisas. Eu não trato dessas questões administrativas de servidores, de o que fazem."
Aliado do presidente Jair Bolsonaro, o senador trocou o Podemos pelo Progressistas, em setembro. Na mudança, perdeu o direito de manter cargos na 2ª vice-presidência da Casa, mas ganhou espaço na 4ª Secretaria. Juiz federal é ouvido por senadores na Comissão de Constituição de Justiça. Além da comissão, nome de indicado de Bolsonaro precisa ser aprovado pelo plenário do Senado.  -------------------------

A julgar pelas imagens, o pessoal nos bares do Rio de Janeiro está imune


Muito rigor no início e um total descaso agora por parte de autoridades e da própria população em todo o Brasil. No momento em que os números de contaminados e mortos pela covid-19, os governantes em quase todo o país decidem pela flexibilização das atividades econômicas e as imagens oriundas do povo desfrutando da "liberdade" sugerem que ninguém entendeu nada sobre o novo coronavírus até agora, ou na pior das hipóteses não estão dando a mínima para as consequências.
É uma enfermidade que ainda não tem cura, não existe vacina para combate-la e o que foi apresentado como remédio mais eficiente é o distanciamento social, o isolamento para evitar aglomerações, porque não há nada que possa ser feito em caso de contaminação e, possível agravamento do estado de saúde de quem faz parte dos grupos considerados de risco.
Flexibilização da quarentena | Artes

Comentários