Band descarta Fausto Silva em 2021 e confirma estreia de novo programa para Janeiro de 2022

A Band confirmou nesta terça-feira (22) que Fausto Silva, o Faustão, só vai estrear na programação da emissora em janeiro de 2022 . Havia sido cogitado que o apresentador poderia estrear ainda este ano, mas o próprio Faustão descartou essa hipótese. O dia e horário do novo programa ainda não estão definidos, mas segundo especulações da imprensa, tudo caminha para que seja uma atração diária, de segunda a sexta, no horário nobre, embora o domingo ainda não esteja totalmente descartado. As gravações serão realizadas nos estúdios da Band no Morumbi, zona sul de São Paulo. Eles serão reformados para o retorno do apresentador, que deixou da Globo em junho após 32 anos. Band descarta estreia de Fausto Silva este ano e confirma nova atração para Janeiro de 2022

Reinaldo

EU SOU A CONSTITUIÇÃO, DIZ BOLSONARO UM DIA APÓS PARTICIPAR DE ATO PRÓ-GOVERNO


Um dia após se juntar a um ato em defesa de um golpe de estado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) rebateu críticas e defendeu que o Congresso Nacional e o STF (Supremo Tribunal Federal) estejam "abertos e transparentes".
"Supremo aberto e transparente. Congresso aberto e transparente. Nós, o povo, estamos no governo", afirmou o mandatário na manhã desta segunda-feira (20) ao deixar o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência.
Segundo Bolsonaro, as acusações de que teria manifestado uma postura autoritária ao participar da mobilização de ontem são "provocações baixas e rasteiras" por parte da imprensa.


O presidente participou domingo de ato em Brasília que, entre outras bandeiras, defendia o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal. Nesta segunda, Bolsonaro negou que tenha atacado outros poderes. O ministro Alexandre de Moraes, do STF, autorizou a abertura de inquérito pela Procuradoria-Geral da República para investigar se houve violação à Lei de Segurança Nacional por parte dos organizadores das manifestações.

Source: Ministro do STF autoriza investigação de atos que tiveram participação de Bolsonaro / Twitter 

Comentários

Questão