Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Estudo sobre uso da cloroquina é suspenso por falta de aval do Comitê de Ética

Pesquisa feita pela Prevent Senior não tinha recebido a permissão do Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para ser realizado. Projeto era avaliar efeito da hidroxicloroquina no tratamento do Covid-19. A empresa disse que atua de acordo com as 'boas práticas médicas'.


A posição da Prevent Senior: 'Como posicionamento final, afirmou atuar em conformidade com 'as boas práticas médicas' e argumentou que o número do processo na Conep foi incluído erroneamente no manuscrito do artigo.'

Comentários

Questão