Fórmula 1 ou Fórmula Mercedes? Hamilton vence GP da Estíria e fica a seis vitórias de igualar Schumacher

Vivemos uma época em que a velocidade das informações são tão rápidas e avassaladoras quanto uma tomada de tempo para a largada de um Grande Prêmio. Muitos jovens nem se lembram da grandeza de lendas que passaram pelo paddock e escreveram nas pistas seus nomes na história do automobilismo mundial. Falar de Juan Manuel Fangio, Emerson Fittipaldi, Niki Lauda, Alan Prost ou Nelson Piquet então, seria para muita gente algo de outro mundo. Ayrton Senna ocupa um lugar especial no coração dos aficionados por Fórmula 1, mas em termos de números é Michael Schumacher o maior de todos, seguido bem de perto pelo britânico Lewis Hamilton. É a frieza dos números, e dizem por ai que eles não mentem jamais, que pode colocar o atual piloto da Mercedes no topo da lista dos melhores de todos os tempos. O ano de 2020 é atípico, pode atrasar a quebra dos recordes de Shumi, mas não há dúvidas que Hamilton vai pulverizar todas as marcas da F1 nos próximos dois anos. Com a Mercedes absoluta nas pistas, Lewis Ha…

“O maior adversário do Flamengo será o próprio Flamengo” | Por que demissão de dirigente pode abrir crise no Flamengo

Imagem
O técnico português Jorge Jesus abriu 2020 com uma frase que pode soar profética: “O maior adversário do Flamengo será o próprio Flamengo”, cravou, em entrevista à CMTV, de seu país. O “mister”, na verdade, se referia à pressão por igualar os feitos da temporada passada, na qual o time venceu o Brasileirão e a Libertadores, mas bem que poderia incluir o conturbado xadrez político do clube, que nesta segunda-feira 7, perdeu uma importante peça, o gerente de futebol Paulo Pelaipe. Sua saída gera instabilidade e pode trazer graves consequências na Gávea.

No fim do ano passado, era dada como certa a renovação de contrato de Pelaipe, que era uma espécie de elo entre a diretoria, a comissão técnica e os atletas e mantinha ótima relação com Jorge Jesus, com quem chegou a jantar em Lisboa recentemente para planejar a temporada. No entanto, o gerente foi comunicado nesta segunda, por meio de um e-mail do RH do clube, de que seria desligado da função em 2020, segundo informações do GloboEsporte.com.

A notícia pegou de surpresa o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, e o diretor-executivo Bruno Spindel, e foi tomada durante as férias do presidente Rodolfo Landim. Ainda segundo o site, a decisão da demissão foi tomada por Landim e pelo vice de relações exteriores, Luiz Eduardo Baptista, o BAP, com o apoio do vice Gustavo Oliveira.

A polêmica sobre a premiação do Flamengo no Mundial de Clubes – Pelaipe é acusado por membros da diretoria de ter vazado a informação – é apontada como o ponto final de uma relação que jamais foi boa, sobretudo entre Pelaipe e BAP.
Por que demissão de dirigente pode abrir crise no Flamengo ‹ VEJA ‹ Reader — WordPress.com

Comentários