Fórmula 1 ou Fórmula Mercedes? Hamilton vence GP da Estíria e fica a seis vitórias de igualar Schumacher

Vivemos uma época em que a velocidade das informações são tão rápidas e avassaladoras quanto uma tomada de tempo para a largada de um Grande Prêmio. Muitos jovens nem se lembram da grandeza de lendas que passaram pelo paddock e escreveram nas pistas seus nomes na história do automobilismo mundial. Falar de Juan Manuel Fangio, Emerson Fittipaldi, Niki Lauda, Alan Prost ou Nelson Piquet então, seria para muita gente algo de outro mundo. Ayrton Senna ocupa um lugar especial no coração dos aficionados por Fórmula 1, mas em termos de números é Michael Schumacher o maior de todos, seguido bem de perto pelo britânico Lewis Hamilton. É a frieza dos números, e dizem por ai que eles não mentem jamais, que pode colocar o atual piloto da Mercedes no topo da lista dos melhores de todos os tempos. O ano de 2020 é atípico, pode atrasar a quebra dos recordes de Shumi, mas não há dúvidas que Hamilton vai pulverizar todas as marcas da F1 nos próximos dois anos. Com a Mercedes absoluta nas pistas, Lewis Ha…

Má qualidade do serviço prestado pela ENEL pode levar a cassação da concessão pelo Governo Bolsonaro

Uma guerra em que a população de Goiás só tem a perder!

O Estado de Goiás já esta perdendo com a má qualidade do serviço prestado pela empresa italiana que comprou a CELG, mas a intransigência do Governador Ronaldo Caiado não colabora em nada para que isso se resolva. Ele diz que não retomará negociações com a Enel: "Eu conversei 15 vezes".
Resultado de imagem para enel x caiado
Resta ao povo de Goiás contar com a própria sorte, já que não existe mais possibilidade de diálogo para viabilizar soluções, e ai, é difícil que a empresa retome os investimentos correndo o risco de ter a concessão cassada pelo Governo Federal a qualquer momento. Até que haja a hipotética re estatização da CELG por parte do Governo de Goiás via Ministério das Minas e Energia. A população do estado pode ter que continuar a conviver com a prestação de serviço precária, com constantes quedas de energia ou com a falta total por longuíssimos períodos.

Como não há possibilidade de resolver as agruras do dia para noite, um canal de negociação e diálogo franco na busca conjunta por soluções 'amigáveis' seria o melhor caminho, ao contrário de uma ruptura litigiosa em que só o povo de Goiás tem a perder.

Comentários