Fórmula 1 ou Fórmula Mercedes? Hamilton vence GP da Estíria e fica a seis vitórias de igualar Schumacher

Vivemos uma época em que a velocidade das informações são tão rápidas e avassaladoras quanto uma tomada de tempo para a largada de um Grande Prêmio. Muitos jovens nem se lembram da grandeza de lendas que passaram pelo paddock e escreveram nas pistas seus nomes na história do automobilismo mundial. Falar de Juan Manuel Fangio, Emerson Fittipaldi, Niki Lauda, Alan Prost ou Nelson Piquet então, seria para muita gente algo de outro mundo. Ayrton Senna ocupa um lugar especial no coração dos aficionados por Fórmula 1, mas em termos de números é Michael Schumacher o maior de todos, seguido bem de perto pelo britânico Lewis Hamilton. É a frieza dos números, e dizem por ai que eles não mentem jamais, que pode colocar o atual piloto da Mercedes no topo da lista dos melhores de todos os tempos. O ano de 2020 é atípico, pode atrasar a quebra dos recordes de Shumi, mas não há dúvidas que Hamilton vai pulverizar todas as marcas da F1 nos próximos dois anos. Com a Mercedes absoluta nas pistas, Lewis Ha…

Governo anuncia plano para privatizar nove empresas estatais

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (21) um plano para privatizar nove empresas estatais. O anúncio foi feito no Palácio do Planalto após uma reunião do presidente Jair Bolsonaro com o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Segundo a secretária especial do PPI, Martha Seillier, e o secretário de Desestatização, Salim Mattar, o plano do governo envolve as seguintes empresas:

Telecomunicações Brasileiras S/A (Telebras);
Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios);
Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp);
Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev);
Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro);
Empresa Gestora de Ativos (Emgea);
Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec);
Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp);
Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF).
Resultado de imagem para privatizações
Durante a apresentação do plano, o governo falou em também incluir creches, presídios e parques no programa de privatizações, mas não explicou quais seriam os projetos. O G1 procurou a assessoria do PPI e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

O governo prevê a concessão dos parques nacionais de Lençóis Maranhenses (MA) e Jericoacoara (CE); e a renovação, em 2020, da concessão do Parque Nacional do Iguaçu (PR).


Próximos passos

A viabilidade do plano ainda depende de análise do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Por decisão do Supremo Tribunal Federal, é proibida a privatização de estatais sem aprovação do Congresso. Pela mesma decisão, o governo só pode vender as subsidiárias.

De acordo com o governo, esses estudos vão indicar se há condições de mercado para concretizar a venda das estatais. As análises também poderão recomendar a manutenção da estatal ou a extinção da empresa.

Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a carteira atual do PPI conta com 18 ativos e está estimada em R$ 1,3 trilhão. A estimativa do governo, acrescentou o ministro, é passar para R$ 2 trilhões com o anúncio desta quarta-feira. Entre os 18 ativos da carteira, estão a Eletrobras, a Trensurb, a CBTU e a Casa da Moeda.

Eletrobras

Mais cedo, nesta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a Eletrobras deverá ser privatizada "o mais rápido possível". A privatização da estatal depende de aval do Congresso.

Nesta terça-feira (20), a Câmara derrubou uma medida provisória (MP) que previa aporte de R$ 3,5 bilhões para a empresa. A privatização da Eletrobras é um assunto que vem sendo debatido desde o governo Michel Temer.

Correios

Em entrevista nesta quarta, Bolsonaro antecipou que os Correios estariam na lista de privatizações.

"Começa com os Correios, eu não tenho de cabeça aqui. A privatização dos Correios passa também, segundo decisão do Supremo, pela Câmara, pelo Congresso Nacional. Então, é um processo longo", frisou o presidente.

Os Correios são vinculados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e estão presente em mais de 5 mil municípios.

Atualmente, a empresa é presidida por Floriano Peixoto. Em junho, ele substituiu Juarez Cunha, contrário à privatização.

Questionado sobre o que acontecerá com os funcionários concursados dos Correios, o governo disse que ainda não é possível dizer o que vai ocorrer, que serão feitos estudos para se encontrar o melhor modelo.

EBC

De acordo com o ministro Onyx Lorenzoni, não houve definição na reunião desta quarta-feira sobre o que será feito com a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), responsável pela Agência Brasil e pela TV Brasil.

Petrobras

Durante a coletiva, Onyx Lorenzoni disse que o governo ainda não tem um definição sobre a possibilidade de se privatizar a Petrobras.

“Nós ainda não temos uma definição do ministério, nem do governo nem da empresa no sentido de colocá-la como um todo dentro do PPI”, afirmou o ministro da Casa Civil

Ações do BB

De acordo com o governo, um dos ativos que poderá ser vendido é um conjunto de ações do Banco do Brasil que a União detém, o que pode gerar um faturamento de cerca de R$ 1 bilhão.

#BNDES, #CEAGESP, #CODESP, #CORREIOS, #DATAPREV, #EMGEA, #JAIRBOLSONARO, #ONYXLORENZONI, #SERPRO, #TELEBRÁS

Comentários