Karol Conká pode perder até R$ 5 milhões com suas atitudes no BBB 21

De favorita ao prêmio de R$ 1,5 milhão do BBB 21 ( Big Brother Brasil ), a rapper Karol Conká acumula cancelamentos e pode ter prejuízo de até R$ 5 milhões, considerando perdas com publicidade no Instagram, shows e programas de TV. Os cálculos são da Brunch, agência especializada em influência digital. A agência levou em consideração três aspectos para chegar ao preço de uma publicidade nas redes sociais do criador: custos de produção, uso de imagem e distribuição. No caso da Karol, um post em foto no feed custa R$ 24 mil e ela faz em média dois por mês, o que totaliza R$ 48 mil. Cada show da artista sai por R$ 150 mil. Se ela fizer  quatro shows mensais são mais R$ 600 mil. Juntando redes sociais e shows, os ganhos dela chegam a R$ 648 mil por mês. A cantora tem ainda pelo menos um contrato publicitário de R$ 1 milhão. Além disso, entraria no ar o programa Prazer Feminino, na GNT, em que Karol apresentaria com a ex-BBB Marcela McGown. A Brunch considera que o programa lhe renderia alg

Reinaldo

Revoltado com arbitragem, presidente da Chape diz que pedirá anulação de jogo contra o Goiás

Derrotada por 3 a 1 para o Goiás na noite desta segunda-feira, a Chapecoense promete pedir a anulação do jogo. Em entrevista para a rádio Oeste Capital, ainda no Serra Dourada, o presidente Plinio David de Nes Filho, o Maninho, criticou a atuação da equipe de arbitragem e disse que entrará com o pedido de cancelamento.
mandatário da Chape reclamou de decisões da arbitragem — Foto: Sirli Freitas/Chapecoense
Segundo o mandatário, as decisões na marcação do pênalti de Márcio Araújo em Léo Sena e a expulsão de Bruno Pacheco, no segundo tempo, foram erradas e prejudicaram a Chapecoense. Na visão de Maninho, houve despreparo e falta de competência da equipe comandada por Igor Benevenuto.

- Uma arbitragem despreparada prejudicou a Chapecoense no pênalti que não existiu e depois ele deveria consultar o VAR no cartão vermelho, assim como foi com o Nikão, em São Paulo, quando anulou a expulsão. Vai ver que ele entrou na bola e pegou o jogador depois. Viria que merecia o cartão amarelo - disse o presidente.

"O futebol está comprometido pela falta de competência. Estamos solicitando o cancelamento da partida pelos erros que ocorreram aqui no jogo de hoje. Alguém tem que começar a tomar atitude."

- Desta maneira, a gente não pode fazer um futebol sério. O futebol está comprometido pela falta de competência. Estamos solicitando o cancelamento da partida pelos erros que ocorreram aqui no jogo de hoje. Alguém tem que começar a tomar atitude. Falo do despreparo do árbitro e de quem opera o VAR - finalizou.

Com sete pontos, a Chapecoense está fora do Z-4, mas empatado em pontos com o Fortaleza, que abre a zona da degola. Na próxima rodada, a última antes da parada da Copa América, o Verdão recebe o Fluminense, na Arena Condá.
Revoltado com arbitragem, presidente da Chape diz que pedirá anulação de jogo contra o Goiás

Comentários

Questão