Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz

O prefeito de Sorocaba ordenou a compra de R$ 57 mil em medicamentos que, segundo médicos infectologistas, não possuem eficácia contra a Covid-19. Esses medicamentos serão distribuídos nas UBS da cidade, informou o governo municipal. O prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) usou uma portaria do Ministério da Saúde para justificar a compra.  A Sociedade Brasileira de Infectologia se pronunciou contra a recomendação de remédios para tratamento precoce pela ineficácia desses medicamentos e pela possibilidade de causarem efeitos colaterais.   Prefeitura de Sorocaba indica "tratamento precoce", que infectologistas dizem ser ineficaz / Twitter

Reinaldo

Clóvis Rossi, jornalismo e política

Há pouco mais de um ano, em março de 2018, os jornalistas Clóvis Rossi e Ricardo Kotscho se encontravam no estúdio de TV do curso de jornalismo da ESPM, em São Paulo, para a gravação do primeiro episódio da websérie Cartas na Mesa, divulgada em maio do mesmo ano. O tema do encontro foi “Imprensa e campanhas políticas”. Era ainda o momento em que o jogo político que resultou na eleição de Jair Bolsonaro estava sendo traçado.



Clóvis Rossi, morto aos 76 anos em casa no último dia 14 de junho, em consequência de problemas cardíacos, falou de temas que continuam na ordem do dia, como o desafio de cobrir as redes sociais, o avanço da extrema direita e os riscos para a democracia brasileira. É uma oportunidade de ter acesso ao conhecimento e à visão crítica de um dos grandes repórteres do jornalismo brasileiro.

Comentários

Questão