Juliette não esperava repercussão mas se divertiu com o pedido de tradução do Pokemón da Nintendo

Juliette colocou um ponto final no mistério e divulgou em Live no Instagram nesta quinta-feira (3) as datas e as cidades que devem receber os primeiros cinco shows de sua turnê, 'Caminhos' . As cidades escolhidas são do Nordeste e Sudeste do país, e já acontecem ainda neste de março. O local escolhido para o primeiro show, aquele que marca a estréia dela nos palcos acontece na cidade em que reside, o Rio de Janeiro, no dia 26 deste mês. João Pessoa, capital do estado natal de Juliette, Paraíba, também faz parte da rota da turnê no início de abril. Vitória, no Espírito Santo, e Recife, também terão shows da cantora. Muito se perguntou nas redes sociais após a divulgação sobre Campina Grande, apesar de Juliette não ter falado sobre isso, acreditamos que a Pitica deve estar reservando a cidade e o Parque do Povo para realizar o sonho de cantar no maior São João do mundo em Junho. Nas redes sociais, a paraibana celebrou o novo desafio, e convidou os fãs a conhecerem este “novo cami

Reinaldo

Jogar os brasileiros uns contra os outros com a ladainha de Direita x Esquerda. É o plano governista para aprovar a reforma

Muitos de nós, Brasileiros, almejávamos mudanças no país e fomos convencidos que a Reforma trabalhista seria um passo importante para criar "milhões" de vagas de empregos e arrefecer a onda galopante e preocupante do desemprego. Porém, há muita gente percebendo, mas poucos admitem que a aquela reforma trabalhista só atendeu os anseios dos patrões, enfraquecendo Sindicatos, Conselhos Profissionais e ceifou direitos da classe trabalhadora.

img-20170418-wa0003


"O trabalhador terá que escolher entre ter direitos ou ter emprego". Com esse discurso Bolsonaro tomou assento na Presidência do Brasil. O modus operandi para aprovar a PEC da Previdência é o mesmo.
Incutir na cabeça dos operários do chão de fábrica que eles precisam abrir mão das suas garantias porque senão nem ele e nem o patrão terão algum amparo no futuro. Não há dúvidas que as Reformas são necessárias, mas o Brasil precisa de algo bem mais amplo, sobretudo no que tange as despesas e a dívida pública. Nada vai mudar nem no curto e menos ainda no longuíssimo prazo sem adequações pontuais no âmbito político, tributário e fiscal. Repensar o planejamento das carreiras no setor público onde existem salários iniciais exorbitantes.
No que tange os privilégios, deixam transparecer que só a lavadeira, o servente de pedreiro ou motorista parecem te-los e não políticos, juízes e menos ainda aquelas grandes empresas que devem horrores aos cofres públicos e invariavelmente deixam de cumprir com suas obrigações junto a Previdência, mas não são cobradas ou incomodadas devidamente por isso.
A estratégia política desde sempre é colocar o povo contra o próprio povo com essa história de Direita x Esquerda, justamente para evitar que haja um debate amplo, não só em relação as reformas, mas de toda a conjuntura de problemas que afligem a nação.


Jogar os brasileiros uns contra os outros com a ladainha de Direita x Esquerda. É o plano governista para aprovar a reforma – Eu Digo Sempre – Imprensa Brasil

Comentários

Questão