Juliette não esperava repercussão mas se divertiu com o pedido de tradução do Pokemón da Nintendo

Juliette colocou um ponto final no mistério e divulgou em Live no Instagram nesta quinta-feira (3) as datas e as cidades que devem receber os primeiros cinco shows de sua turnê, 'Caminhos' . As cidades escolhidas são do Nordeste e Sudeste do país, e já acontecem ainda neste de março. O local escolhido para o primeiro show, aquele que marca a estréia dela nos palcos acontece na cidade em que reside, o Rio de Janeiro, no dia 26 deste mês. João Pessoa, capital do estado natal de Juliette, Paraíba, também faz parte da rota da turnê no início de abril. Vitória, no Espírito Santo, e Recife, também terão shows da cantora. Muito se perguntou nas redes sociais após a divulgação sobre Campina Grande, apesar de Juliette não ter falado sobre isso, acreditamos que a Pitica deve estar reservando a cidade e o Parque do Povo para realizar o sonho de cantar no maior São João do mundo em Junho. Nas redes sociais, a paraibana celebrou o novo desafio, e convidou os fãs a conhecerem este “novo cami

Reinaldo

Duas vezes vencedor da Indy 500, Wheldon é eleito para Hall da Fama de Indianápolis oito anos após morte

Dan Wheldon vai ter homenagem das maiores no autódromo mais importante de sua carreira. O piloto inglês, dono de duas vitórias nas 500 Milhas de Indianápolis e campeão da Indy em 2005, foi eleito para integrar o Hall da Fama do Indianapolis Motor Speedway já em 2019.
Resultado de imagem para dan wheldon no hall da fama de indianópolis
Wheldon, ao lado do comentarista de TV e rádio Bob Jenkins, foi escolhido através de votação que envolveu 140 participantes, em um grupo de pilotos, jornalistas e historiadores do automobilismo. A votação, promovida pelo próprio IMS, acontece anualmente.

O britânico entra no Hall da Fama pelas grandes histórias em Indianápolis. A primeira vitória na corrida de 500 Milhas veio em 2005, servindo de impulso para o título na categoria pela Andretti. Os anos seguintes reservaram transferências para Ganassi e Panther, onde Wheldon não repetiu o mesmo nível de sucesso.

A consequência foi a perda de vaga no grid da Indy em 2011, com Dan precisando se contentar com participação apenas nas 500 Milhas. Mesmo assim, que participação: Wheldon aproveitou a batida de JR Hildebrand na última curva, metros antes da linha de chegada, para alcançar o segundo triunfo no IMS.

Foi suficiente para se credenciar a mais duas aparições representando a Sam Schmidt. Uma, em Kentucky, terminou com o 14º lugar; outra, em Las Vegas, terminou com o acidente fatal em meio a uma batida de 15 carros.

A cerimônia de inclusão de Wheldon ao Hall da Fama do IMS acontece no célebre mês de maio, mais precisamente no dia 23, dias antes das 500 Milhas de Indianápolis.

Comentários

Questão