O senador Romário é suspeito de ocultar patrimônio e usar laranjas para escapar das dívidas milionárias

O pagamento de pensões era um grande problema para o senador em seus tempos de fama como jogador, mas hoje em dia isso não deveria ser algo que o incomodasse, pois os filhos estão todos criados e talvez uma ou duas filhas ainda dependam do pai.
O ídolo dos gramados sempre teve sucesso, fez fama e dinheiro. Com o fim da carreira, Romário entrou para política, primeiro se elegeu deputado federal e depois conquistou uma cadeira no Senado da República. A política no Brasil é cercada de desconfianças e os políticos quase na sua totalidade são suspeitos de um tudo.



Leia abaixo a matéria de O Globo e entenda o imbróglio:

Do Jornal O Globo

Marco Grillo e Thiago Prado



Acusado em processos judiciais de transferir bens a terceiros para não pagar dívidas com credores, o senador Romário (Pode-RJ) passou a colocar o próprio advogado como dono de parte do seu patrimônio. Luiz Sérgio de Vasconcelos Júnior, que entre 2017 e 2019 foi funcionário comissionado no Senado, foi autorizado, por meio de documentos…

Trump prepara decreto para banir chineses das redes móveis dos EUA

Governo dos Estados Unidos teria pressa em emitir regra a fim de evitar que chineses fechem grandes contratos na MWC Barcelona deste ano.


O presidente dos Estados Unidos Donald Trump prepara um decreto para banir o uso de equipamentos chineses das redes de telecomunicações móveis do país. Conforme o site Politico, o motivo da pressa seria evitar que Huawei e ZTE fechem vendas durante a MWC Barcelona, feira do setor que acontece no final deste mês.
Os norte-americanos já vêm pressionando países aliados a deixar os chineses de fora das futuras licitações 5G. Dentro dos EUA, o governo pressionava operadoras e empresas de tecnologia a não mais negociar com os asiáticos, mas não há ainda um impedimento formal. Há, apenas, proibição de o governo federal e agências comprarem dispositivos dessas empresas.
A justificativa para o banimento geral seria a cibersegurança. O governo alega que a Huawei e a ZTE facilitam a espionagem chinesa das comunicações nos EUA. Algo que a Huawei nega, lembrando que nunca foram apresentadas provas de tais ilícitos foram praticados.

PRESSÃO NO LESTE EUROPEU

Em visita a países do Leste Europeu, o secretário de Estado norte-americano Mike Pompeo mandou um recado aos aliados que mantém o mercado de telecomunicações aberto às fabricantes chinesas, em especial, à Huawei. Segundo ele, quem mantiver a empresa liberada poderá ter dificuldades para fechar parcerias com os EUA.
Ele afirma que pretende mostrar os riscos existentes em usar os equipamentos durante a viagem que está fazendo. O executivo está na Hungria e deve visitar ainda Polônia, Eslováquia, Bélgica e Islândia. Depois, vai para o Oriente Médio.




Trump prepara decreto para banir chineses das redes móveis dos EUA

Comentários