Comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega recorreram a Jair Bolsonaro, diz The Intercept

Ligações perigosas apontam para relações estreitas entre comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega e o Presidente da República, a matéria intitulada o "O cara da casa de vidro" traz dados que levantam suspeitas sobre Jair Bolsonaro.   O Intercept já havia reportado sobre as escutas em fevereiro, quando mostramos como Adriano dizia que “se fodia” por ser amigo do presidente da República, e em março, quando detalhamos a briga pelo espólio deixado pelo ex-caveira. As referências a “Jair” e “cara da casa de vidro” constam em novos documentos recebidos pela reportagem, que, em conjunto com as escutas anteriores, permitem entender a amplitude das relações do miliciano e da rede que lhe deu apoio no período em que passou foragido. Adriano da Nóbrega fugia da justiça desde janeiro de 2019, quando o Ministério Público do Rio pediu a sua prisão, acusando-o de chefiar a milícia Escritório do Crime, especializada em assassinatos por encomenda. Ex-integrante da elite do batalhão de elite

Reinaldo

Jornalista de O Globo diz que O ESCÂNDALO É MAIOR E QUEIROZ MOVIMENTOU R$ 7 MILHÕES EM SUAS CONTAS





A guerra prometida entre o Governo de Jair Bolsonaro e o Grupo Globo ganha mais um capítulo bombástico. A coluna do Jornalista Lauro Jardim, de O Globo, informou na edição deste domingo (20) que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) “sabe muito mais do que já foi revelado sobre o caso Fabrício Queiroz, o ex-motorista de Flávio Bolsonaro”
Se o COAF sabe mais do que revelou até agora, é sinal que a Globo também esta municiada do mesmo conteúdo, segundo a coluna, nos arquivos do órgão federal consta que Queiroz movimentou um volume de dinheiro muito maior do que veio a público desde que o caso explodiu em Dezembro. Segundo apurou Lauro Jardim, além daqueles R$ 1,2 milhão, movimentados entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, passaram pela conta de Fabrício Queiroz mais R$ 5,8 milhões nos dois exercícios anteriores. 
Ou seja, no total Queiroz movimento R$ 7 milhões em apenas três anos. No início do imbróglio, Flávio disse que ouviu de Queiroz “uma história bastante plausível” sobre o R$ 1,2 milhão: “A gente não tem nada a esconder”, disse o Senador eleito.
Jornalista de O Globo diz que O ESCÂNDALO É MAIOR E QUEIROZ MOVIMENTOU R$ 7 MILHÕES EM SUAS CONTAS

Comentários

Questão