Morre aos 85 anos, vítima de Covid-19, o ator Tarcísio Meira

Tarcísio Meira, 85, morreu nesta quinta-feira (12) vítima da Covid-19. Ele estava internado na UTI onde passava por diálise contínua. Tarcísio e a esposa, a atriz Glória Menezes, foram internados com a doença provocada pelo coronavírus desde a última sexta-feira (6).  Já sobre Glória Menezes, ela segue internada no apartamento se recuperando bem. Os dois eram casados desde 1962 e pais do também ator Tarcísio Filho, 58 anos. Apesar de vacinados com as duas doses de imunizante contra a Covid-19, a idade dos atores contribuiu para um quadro delicado. 🙏🙏🙏 #MPN, #JulietteFashion, #JulietteCriadora,#juliettenaamericanas, #avonliette, #juliettenogloboplay, #HAVAINASDEJULIETTE, #JulietteELOccitane, #ACeADeJuliette, #BohemiadaJuliette,#juliettenaloccitaneaubresil, #BohemiadaJuliette, #juliettenosaiajusta, #JulietteNoHugoGloss, #juliettenofantastico, #juliettenoge, #BBB21, #JulietteProtagonista, #TeamJuliette, #juliettenofaustao, #JuliettenoPorchat, #JuliettenoCriançaEsperança, #J

Reinaldo

Fim da linha: italiano CESARE BATTISTI FOI PRESO NA BOLÍVIA

O ativista italiano era procurado desde 14 de dezembro, quando o ex-presidente Michel Temer assinou o decreto para extraditá-lo. O terrorista Cesare Battisti foi preso em Santa Cruz della Sierra, na Bolívia. 

Uma equipe da Interpol, formada por investigadores italianos, capturou-o na rua e levou-o para uma delegacia. Segundo o Corriere della Sera, ele usava uma barba falsa e óculos escuros.

Na Itália Battisti foi condenado por matar quatro e deixar paraplégico um menino, em nome do Proletários Armados pelo Comunismo. Protegido pelo governo Lula que não autorizou a extradição em 2010, era festejado e chamado por alguns de “ativista” aqui no Brasil, onde ingressou com passaporte falso. 

Agora o italiano Cesare Battisti foi preso na Bolívia e cabe a Ivo Morales decidir o seu futuro. Governo italiano estabeleceu contato diplomático com La Paz para a extradição imediata do "ativista ou terrorista", que era considerado foragido internacional.

Comentários

Questão