Comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega recorreram a Jair Bolsonaro, diz The Intercept

Ligações perigosas apontam para relações estreitas entre comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega e o Presidente da República, a matéria intitulada o "O cara da casa de vidro" traz dados que levantam suspeitas sobre Jair Bolsonaro.   O Intercept já havia reportado sobre as escutas em fevereiro, quando mostramos como Adriano dizia que “se fodia” por ser amigo do presidente da República, e em março, quando detalhamos a briga pelo espólio deixado pelo ex-caveira. As referências a “Jair” e “cara da casa de vidro” constam em novos documentos recebidos pela reportagem, que, em conjunto com as escutas anteriores, permitem entender a amplitude das relações do miliciano e da rede que lhe deu apoio no período em que passou foragido. Adriano da Nóbrega fugia da justiça desde janeiro de 2019, quando o Ministério Público do Rio pediu a sua prisão, acusando-o de chefiar a milícia Escritório do Crime, especializada em assassinatos por encomenda. Ex-integrante da elite do batalhão de elite

Reinaldo

A Rede Globo está em maus lençóis, sua divida cresce com a Receita Federal


O negocio está feio para Rede Globo. Já há três processos com a Receita Federal, que a empresa foi intimada a pagar R$ 173 Milhões, R$ 615 Milhões e R$ 1 Bilhão de Reais (a Globo diz já ter pago a de R$ 615 Milhões de Reais, falta confirmação), mas as outras duas dividas ainda estão em aberto.  Não gostaria de ver a empresa entrar em falência, mas a guerra aberta que fazem ao novo governo Federal, certamente levará a perda de audiência, propagandas e demais receitas, tornando o futuro da empresa inviável ou provavelmente vendável. 
Duas de suas ex-empresas já foram vendidas (NET e CLARO), ao multibilionário mexicano, Carlos Slim. Os atuais proprietários da Rede Globo, os irmãos Marinho (filhos do fundador Roberto Marinho), já fizeram uma distribuição de dividendos, entre eles, no valor de mais de R$ 2 Bilhões de reais, em caso algo saia de errado, daqui para frente. 
Nos últimos três anos a Globo distribuiu mais de R$ 5 bilhões de reais aos acionistas, já não ha mais investimentos no “negócio” chamado televisão, a algum tempo.
Empresário Brasil | L: A Rede Globo está em maus lençóis, sua divida cresce com a Receita Federal

Comentários

Questão