Todos os gols da rodada 20 de La Liga Santander 2018/2019

Sem o nome de José Vitti e repleta de forasteiros, Governador eleito Ronaldo Caiado divulga lista de nomes que vão compor o governo

Caiado disse que buscou dados em um estudo preparado por sua assessoria para definir o perfil da equipe escolhida para compor equipe que trabalhará a partir de 1.º de janeiro. “Caminhamos para um regime de recuperação fiscal sendo necessário que nossos secretários tenham conexão com os próximos ministros. Todos esses nomes são de pessoas que têm relação próxima para trazer bons resultados para Goiás”, disse o senador ao destacar que utilizou o seguinte tripé para a escolha da equipe: competência, transparência e eficiência.

Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt – Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz)


A conselheira Cristiane Alkmin, do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), aceitou convite do governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e será a secretária de Fazenda do Estado no próximo governo, renunciando a seu mandato na autarquia de Defesa da Concorrência. Cristiane chegou ao Cade em setembro de 2015 por indicação de Joaquim Levy, então ministro da Fazenda do governo Dilma Rousseff (PT) e futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
Mestre e doutora em Economia pela EPGE/FGV, Cristiane Alkmin Junqueira é conselheira do CADE, professora da FGV e parecerista da Revista de Direito Administrativo da FGV Direito Rio. Foi secretária-adjunta da Seae/MF, gerente-geral de assuntos corporativos da Embratel, economista do Ibre/FGV, diretora do departamento econômico do Family Office do Grupo Libra e economista do Itaú Asset. Foi também gerente estratégica da Cementos Progreso, diretora da ONG Pacunam (ambos na Guatemala), diretora do departamento econômico da Compañia de Comércio e Exportación e diretora adjunta da Autoridade de Desenvolvimento Local, ambos em Porto Rico.

José Sóter Arantes de Faria – Diretoria operacional do Detran


Consultor e Gerente de Processos Licitatórios e de Compras Públicas para Empresas Privadas e Entidades Públicas com 20 anos de experiência na área. Por 34 anos trabalhou na Celg D (concessionária de energia de Goiás). No momento, presta consultoria a Prefeituras e Empresas Privadas para o desenvolvimento de Processos Licitatórios e Contratações. Também atua como Palestrante sobre os temas mencionados.
Gestor público em contratos e licitações. Foi também Membro dos conselhos de Administração e Fiscal da CelgPar.

Marcos Roberto Silva – Presidência do Detran


Advogado com pós-graduação em direito civil e processual civil, foi sócio-fundador do escritório Rios e Silva Advogados Associados S/S, membro da comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-GO 2010/2012 e 2013/2015. Foi Procurador da Câmara Municipal de Mozarlândia 2011 a 2013. Atualmente é Tesoureiro e procurador estadual do Democratas em Goiás.

Wilder Morais – Secretaria de Indústria e Comércio


O senador Wilder Morais (DEM) nasceu na cidade de Taquaral (GO) em 1968. Tem 50 anos de idade. Formou-se em Engenharia Civil, na antiga Universidade Católica de Goiás (UCG), hoje Pontifícia Universidade Católica (PUC). Em 1997, criou juntamente com outros sócios, a Orca Construtora, que entre outros clientes, reformou e construiu edificações da rede Carrefour no país. Wilder assumiu vaga no Senado em 2012. É de sua autoria o projeto – que hoje virou lei e está em vigor – que permite que empresas e pessoas físicas façam doações às universidades para projetos específicos.

Marcos Ferreira Cabral – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDS)


Prefeito de Santa Terezinha de Goiás pelo terceiro mandato (1997-2000; 2009-2012; 2016-2018), Marcos Ferreira Cabral é filiado ao Democratas e foi um dos fundadores do PFL em Goiás. Tem 49 anos, é formado em Gestão Pública e também técnico em Mineração e em Pavimentação Asfáltica. Já foi vereador em Santa Terezinha de Goiás, diretor do programa Asfalto Novo da Agetop e um dos coordenadores em Goiás da campanha de Ronaldo Caiado à Presidência da República, em 1989.

Ismael Alexandrino – Secretaria de Estado de Saúde (SES)

Médico formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Pernambuco com Fellow em Terapia Intensiva pela Universidade de Milão e Bolonha, Ismael Alexandrino é atual diretor-presidente do Instituto Hospital Base e também conselheiro titular do Colegiado Gestor da Saúde do Distrito Federal. Tem MBA em Gestão da Saúde pela Fundação Getúlio Vargas, foi da diretoria Médica Executiva da DASA, chefe da UTI do Hospital Regional do Gama, Diretor Geral do Hospital de Base do Distrito Federal, superintendente de Saúde da Região Sul do DF e secretário Adjunto de Gestão da Saúde do Distrito Federal. 

Adriano da Rocha Lima - Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (SEDI)


Engenheiro formado em Engenharia Elétrica e Telecomunicações pela PUC-Rio, Adriano da Rocha Lima tem 46 anos e é pós-graduado em Planejamento Estratégico de Redes pela Telia Academy (Kalmar-Suécia) e em Administração Executiva de Negócios pela COPPEAD/UFRJ. É mestre em filosofia pela UFRJ e já atuou como engenheiro da Nortel (multinacional de tecnologia da Flórida, nos EUA) e da Promon Eletrônica. Foi diretor de engenharia da Claro Brasil e também fundador e CEO da WebRadar.

Rodney Rocha Miranda – Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (SESD)


Delegado aposentado da Polícia Federal, Rodney Rocha Miranda tem 54 anos e é formado em Administração e Direito pela UNIUDF, pós-graduado em Carreiras Jurídicas pela Escola Superior da Magistratura do DF e em Segurança Pública pela ANP/DPF/MJ. Foi integrante da Comissão de Reforma das Leis Criminais e autor do texto que originou o projeto de criação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP). Foi por duas vezes secretário de Segurança do Espírito Santo (2003-2005 e 2007-2010) e também secretário de Defesa Social de Pernambuco (2006). Foi prefeito de Vilha Velha (2013-2016) e deputado estadual (2011-2012).

Ricardo José Soavinski – Saneago


Oceanógrafo formado pela Universidade do Rio Grande, Ricardo José Soavinski tem 55 anos, é analista Ambiental Federal de carreira e atual presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Foi presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), secretário nacional de Recursos hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná e presidente do Conselho Fiscal da Paraná-Previdência.