Juliette não esperava repercussão mas se divertiu com o pedido de tradução do Pokemón da Nintendo

Juliette colocou um ponto final no mistério e divulgou em Live no Instagram nesta quinta-feira (3) as datas e as cidades que devem receber os primeiros cinco shows de sua turnê, 'Caminhos' . As cidades escolhidas são do Nordeste e Sudeste do país, e já acontecem ainda neste de março. O local escolhido para o primeiro show, aquele que marca a estréia dela nos palcos acontece na cidade em que reside, o Rio de Janeiro, no dia 26 deste mês. João Pessoa, capital do estado natal de Juliette, Paraíba, também faz parte da rota da turnê no início de abril. Vitória, no Espírito Santo, e Recife, também terão shows da cantora. Muito se perguntou nas redes sociais após a divulgação sobre Campina Grande, apesar de Juliette não ter falado sobre isso, acreditamos que a Pitica deve estar reservando a cidade e o Parque do Povo para realizar o sonho de cantar no maior São João do mundo em Junho. Nas redes sociais, a paraibana celebrou o novo desafio, e convidou os fãs a conhecerem este “novo cami

Reinaldo

Vereador Paulo Magalhães visita a Santa Casa de Goiânia com o objetivo de reabrir a maternidade

Como presidente do Comitê pela reabertura da maternidade da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, o vereador Paulo Magalhães, juntamente com demais parlamentares, irá realizar na próxima segunda-feira (07), às 14h30, uma visita in loco, visando diagnosticar os reais motivos do fechamento e quem são os responsáveis pela falta de repasse do recurso financeiro.
Considerado o hospital de referência na região Centro-Oeste, a Santa Casa de Misericórdia foi construída em 1º de novembro de 1936, juntamente com a fundação de Goiânia, contando com o apoio da então primeira-dama, Gercina Borges Teixeira, considerada pela sociedade da época a "mãe dos pobres".

"Eu nasci lá, em 1947, a maternidade foi criada 11 anos antes do meu nascimento. Eu não posso aceitar fechar um lugar que atende a camada mais carente. Estão rasgando a história da primeira maternidade de Goiânia. Que nós possamos encontrar um caminho para que a essa instituição possa continuar servido essas pessoas", pontuou o vereador.

Todas as atividades da maternidade do hospital foram encerradas na última segunda-feira (30). Segundo a administração, o fechamento inclui, além dos partos, todas as consultas de ginecologia e obstetrícia e que o serviço foi paralisado por conta da falta de profissionais. A média de partos na instituição, há dois anos, era de 150 por mês.

Para Paulo Magalhães, esse fato é um abuso e falta de respeito com as pessoas mais pobres da comunidade. "Como nós podemos explicar para a população, em que vive morrendo nas filas dos hospitais em busca de saúde, que é um direito constitucional, que uma importante instituição como a maternidade da Santa Casa irá deixar de prestar atendimento?", questionou.

Comitê

Nesse sentido, o vereador Paulo Magalhães propôs, durante sessão plenária, a criação de um Comitê, com a participação de 10 outros parlamentares, para discutir e buscar soluções para uma possível reabertura da maternidade. Após a visita na Unidade de Saúde para diagnosticar as causas do fechamento, o Comitê irá dialogar com o Prefeito Iris Rezende, com o Secretário Estadual de Saúde, Leonardo Vilela, e, posteriormente, com o Governador José Eliton, na busca pela reabertura do local.

Comentários

Questão