terça-feira, 1 de maio de 2018

Apesar do desemprego crescente, o 1º de Maio é dia de muita festa para o trabalhador

O Dia do Trabalho é comemorado nesta terça-feira, e quem pretende aproveitar o feriado no shopping precisa lembrar que a maioria deles irá adotar horários especiais neste Dia do Trabalho. Em comemoração ao Dia do Trabalhador, entidades promovem eventos em Goiânia e no Interior. A programação conta com círculo de debates, atividades de lazer, esportes, saúde, além de atrações culturais e até sorteio de TV'S e geladeiras.

Desde a véspera daquele que promete ser o maior evento já realizado no país para celebrar o Dia do Trabalhador e da Trabalhadora, Curitiba recebe milhares de militantes de diferentes estados e países. Nesta terça (1º), a cidade será palco de uma intensa programação. Antes mesmo de Brasília ostentar a arquitetura monumental e se transformar no centro político do país, a terra vermelha que emprestava o tom à paisagem foi palco de uma grande celebração. Em 1º de maio de 1959, a festa nacional do Dia do Trabalhador foi celebrada na cidade ainda em construção.

O feriado do Dia do Trabalhador, festejado nesta terça-feira, 1º de maio, será comemorado com uma série de atividades no Sesc Ler de Araripina, Sertão de Pernambuco. A programação começa às 10h e termina às 16h. A banda Arasamba vai animar o público. 

A tradicional festa organizada pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) reúne shows de Liniker e os Caramelows, do cantor Chico César, da sambista Leci Brandão e da rapper Preta Rara. Há ainda apresentações do grupo Mistura Popular e das escolas de samba Unidos de Santa Bárbara e Paraíso. O 1º de maio é data mundialmente consagrada para comemorar o Dia do Trabalho. Sua origem remonta à grande manifestação de trabalhadores seguida de greve geral ocorrida em Chicago em 1886, pela qual reivindicavam redução da jornada de trabalho para 8 horas diárias.

O feriado internacional do Dia do Trabalho, nesta terça-feira (1º), será recheado de atrações musicais gratuitas para a população em várias regiões do Distrito Federal. Além de música, o feriado do Dia do Trabalhador traz também opções de atividades culturais para o brasiliense. Apesar de o país estar deixando para trás a maior recessão da história, que eliminou 7% do Produto Interno Bruto (PIB) no biênio 2016-2017, os brasileiros têm pouco a comemorar no Dia do Trabalho. A recuperação da economia está ocorrendo a passos mais lentos do que o esperado e o desemprego só aumenta mês após mês.

Arquivo do blog

Seguidores