Juliette lança nova música "Solar" que passa mensagem de que os dias ruins também passam

A letra de SOLAR foi escrita por alguém que naquele momento estava dilacerada pela vida, não tinha como saber que aquelas palavras carregadas de tristeza virariam uma bela e alegre música um dia, afinal de contas, elas tinham o intuíto de homenagear e lembrar uma perda muito grande.  As palavras vieram, a caneta deslizou sobre o papel e o texto fluiu de forma natural escrito por alguém magoada, com a fé abalada e triste pelas pancadas da vida naquele momento. Os dias mais difíceis nos levam a pensar que não vamos aguentar, a boa notícia é que eles também passam. A perda de alguém que amamos é irreparável e por vezes nos tira a própria luz do dia, mas que bom testemunhar que Deus nunca soltou a mão de Juliette e ainda permitiu que aquela tristeza de outrora se tornasse um encanto em forma música. A canção "Solar" traz Esperança, conforto e alegria. Na voz aveludada de Juliette ela avisa que o Sol volta sempre para fazer o nosso dia ser lindo outra vez.

Reinaldo

Temos ou não em quem confiar nas eleições de Outubro em Goiás? – Eu Digo Sempre

Temos ou não em quem confiar?

Que o estado de Goiás não tem oposição já era do conhecimento de todos, mas político atuando em duas frentes foi uma surpresa desagradável até para os mais xiitas dos emedebistas. José Nelto era um dos poucos que mantinha um discurso firme, que questionava e incomodava o Governo de Marconi Perillo... Seria só jogo um de cena?
Digo "Tinha" porquê depois do que revelou o Governador Marconi Perillo na tribuna da Assembleia, pode se concluir que José Nelto joga para torcida quando usa a imprensa e a tribuna da Alego para defende seus interesses.
 



Você pode até não concordar com nada em relação ao Governo de Goiás, ser um oposicionista ferrenho, mas é difícil fazer ouvidos moucos para tudo aquilo que foi revelado na tribuna da Alego. 

No trecho mais devastador, disse o Governador:
“Me desculpem, mas temos que rasgar ranços de oportunismo e maldades. Quantas vezes o senhor esteve na minha casa para falar mal do Iris, do Maguito, do Caiado? O senhor fala em mordomias, mas quantas vezes mandou mensagem para mim dizendo que queria tomar vinho comigo? Quantas vezes foi à sala de chá do Palácio pedir para eu ajudar na sua campanha, dizendo que poderia abandonar os seus candidatos? É preciso abandonar o ranço da mentira e da hipocrisia”, disse Marconi.. Trabalhei, me esforcei, tive bons auxiliares. Obrigado, Estado de Goiás”

Essas palavras foram desferidas não pela imprensa, mas ditas na cara do deputado Medebista que de tão constrangido só conseguiu esboçar um sorriso amarelo, tendo ao seu lado o colega de partido, Bruno Peixoto, fazendo careta, mas que não demonstrou espanto com as escabrosas revelações sobre o colega. Os fatos expostos pelo Governador em tom de desabafo são de outros carnavais, quase uma década atrás, mas os parceiros do nobre deputado e que podem ter sido "traídos" pelo menos na intenção em algum momento ainda são os mesmos.
Foi uma sessão humilhante, não só para José Nelto, mas para toda a oposição, tida como inexpressiva, e que agora ficou ainda menor.

Em quem confiar nas eleições de Outubro?

[
embed]https://www.facebook.com/reinaldocruz.goiania/posts/1821945174505485[/embed]

Comentários

Questão