Estados articulam ofensiva para barrar proposta de parcelamento de precatórios

A perda de prestígio e credibilidade do governo leva o ministério da economia a tentar manobra para não repassar de uma vez os precatórios aos estados, e assim evitar que opositores tenham acesso a verba às vésperas do ano eleitoral. Jair Bolsonaro segue sua ofensiva contra a Democracia, instituições e o sistema de votação, ao tempo em que tenta asfixiar financeiramente possíveis adversários no pleito de 2022. A matéria do Estadão retrata este cenário: Os Estados se mobilizam numa ofensiva no Congresso para evitar o parcelamento dos precatórios devidos pela União, medida defendida pela equipe econômica para garantir a ampliação do programa Bolsa Família no ano que vem. Dos R$ 89 bilhões em dívidas judiciais previstos para o Orçamento de 2022, pelo menos R$ 16,6 bilhões têm governos estaduais como credores. Para os Estados, a PEC dos precatórios e o projeto que altera o Imposto de Renda são duas frentes lançadas pelo governo federal que fragilizam as contas dos governos regionais, com p

Reinaldo

Sem Lula, nome de Luciano Huck volta a ganhar força para disputa do Planalto este ano


Ele precisa de um partido para se qualificar a ponto de concorrer ao cargo de Presidente da República. Luciano Huck​ impactado pela repercussão imediata das redes sociais declarou no dia seguinte a aparição no Domingão do Faustão que não seria candidato. Ao passo que o apresentador pediu aos institutos de pesquisa que não retirassem seu nome dos levantamentos eleitorais. O resumo deste samba do crioulo doido é que o marido de Angelica é candidatíssimo ao Planalto e nem os vigias de plantão das redes sociais podem impedir isso, mas é bom que ele estude e escolha bem a qual partido ele vai associar seu nome. 

O discurso do PPS é retrogrado em muitos pontos, Roberto Freire não é uma reserva moral que possa ser apresentado como fiador de um novo governo tendo ele participado do governo de Michel Temer e ter, em outros carnavais apoiado golpistas para comandar o país.

Comentários

Questão