domingo, 4 de fevereiro de 2018

Antes favorito, Goiás tem muita dificuldade quando enfrenta o Vila Nova


Jogo de poucas finalizações, mas longe de ser uma partida em que tenha faltado emoção. Só o torcedor Colorado pode ver in loco a disputa entre Vila Nova e Goiás. Só o torcedor do Vila Nova pode vaiar o adversário ou aplaudir o seu time, tentou mas nem de longe fez a diferença que se espera para uma torcida que se intitula a maior do Centro-Oeste do Brasil. O técnico Hemerson Maria aos poucos vai recuperando a auto=estima do torcedor do Vila, afinal de contas o treinador não conhece o dissabor de uma derrota para rival desde que chegou a Goiânia, fato que por si só representa muito para uma torcida que passou muito tempo entrando em campo já derrotada, seja pela falta de organização do clube ou pelo amadorismo de seus dirigentes. Certo é que o Vila Nova esta diferente, mais confiante quando enfrenta o Goiás, mas se o Vila Nova de fato mudou é o tempo quem vai dizer, mas a primeira impressão do ponto de vista do trabalho do treinador mais tático dodo país, indica que sim. No Goiás a situação é inversa, tido como uma equipe organizada, rica e que desde sempre entrava em campo como a grande favorita para conquistar o campeonato goiano, ainda busca afirmação dentro de campo. O Goiás vem nos últimos anos perdendo o respeito de seus adversários por não ter um elenco de jogadores comprometidos, o que dá a imprensa o direito de não enxergar mais no Esmeraldino o mesmo favoritismo que lhe foi atribuído outrora. Estaria a supremacia do futebol goiano mudando de mãos e de cor?

Arquivo do blog

Seguidores