Secretários de Saúde veem fracasso de Bolsonaro e Pazuello e também querem impeachment

Secretários estaduais de Saúde consideram que sucessivos vexames de Bolsonaro e Pazuello com as vacinas levaram a situação ao limite do suportável. Alguns gestores já apoiam pedido de impeachment do ocupante do Planalto.  Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment do presidente.  Os gestores estaduais de Saúde não receberam nenhuma comunicação sobre o cancelamento da ida do avião brasileiro à Índia, após o fracasso das negociações feitas pelo próprio presidente com o governo indiano. Os secretários se queixam ainda de que não foram avisados sobre mudança no calendário de vacinação e veem o episódio como um vexame e um fracasso nacional.  Segundo o Painel da Folha de S.Paulo , gestores estaduais afirmam que o governo e o ministério estão completamente perdidos. Alguns deles só veem como solução para a tragédia sanitária o impeachment do presid

Reinaldo

Sobe para nove número de mortos por febre amarela no Rio

É sim preocupante a falta de controle da doença na região sudeste do Brasil, as autoridades dizem que a população não tem com que se preocupar, mas a cada dia os números sobem e alarmam cada vez mais pessoas no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. O Ministério da Saúde parece estar se perdendo em meio ao processo de imunização da população, da mesma forma que os estados e municípios.

O número de mortos por febre amarela no estado do Rio de Janeiro chegou a nove, informou a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde. O caso mais recente foi registrado na cidade de Rio das Flores, na região serrana do Rio. Em Valença, a doença já matou quatro pessoas; em…
via Sobe para nove número de mortos por febre amarela no Rio — EXAME

Sobe para nove número de mortos por febre amarela no Rio

Comentários

Questão