Comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega recorreram a Jair Bolsonaro, diz The Intercept

Ligações perigosas apontam para relações estreitas entre comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega e o Presidente da República, a matéria intitulada o "O cara da casa de vidro" traz dados que levantam suspeitas sobre Jair Bolsonaro.   O Intercept já havia reportado sobre as escutas em fevereiro, quando mostramos como Adriano dizia que “se fodia” por ser amigo do presidente da República, e em março, quando detalhamos a briga pelo espólio deixado pelo ex-caveira. As referências a “Jair” e “cara da casa de vidro” constam em novos documentos recebidos pela reportagem, que, em conjunto com as escutas anteriores, permitem entender a amplitude das relações do miliciano e da rede que lhe deu apoio no período em que passou foragido. Adriano da Nóbrega fugia da justiça desde janeiro de 2019, quando o Ministério Público do Rio pediu a sua prisão, acusando-o de chefiar a milícia Escritório do Crime, especializada em assassinatos por encomenda. Ex-integrante da elite do batalhão de elite

Reinaldo

Projeto de Paulo Magalhães que reduz recesso dos vereadores é adiada pela 8ª vez | @Reinaldo_Cruz | Blog by Goiânia

  Vereador Paulo Magalhães tem trabalhado para aprovar a emenda, mas seus pares não parecem muito interessados em apreciar a matéria

 Na sessão desta quarta-feira (22) o autor da matéria resolveu acrescentar uma nova emenda reduzindo de 45 dias (proposta original) para 30 dias o recesso parlamentar dos vereadores de Goiânia. Por 19 votos a emenda foi acatada pelo plenário e encaminhada para nova apreciação na Comissão Mista da Casa. 

Paulo Magalhães lembrou que há quase três anos vem tentando aprovar sua emenda, "mas sem nenhum sucesso entre os colegas". 

Ele lembrou que o projeto original previa uma diminuição no recesso, de 92 dias para 45 dias. "Desde agosto de 2013 venho tentando aprovar esse projeto. 

Infelizmente, são muitas manobras e jogos políticos para adiar e boicotar a votação dessa proposta", reclamou. 

Comentários

Questão