Após MP-GO recomendar que Estado e Município não recebam a Copa América, Caiado pode desmoralizar o COE e o próprio Secretário da Saúde

A matéria abaixo foi publicada pelo jornal O Popular mostra que o único estado da federação que tem um médico como governador desmerece as decisões técnicas de um comitê montado para emitir pareceres em casos como este e, pior do que isso, desrespeita o próprio secretário de saúde que também poderia opinar tecnicamente sobre o assunto. A política e a politicagem falaram mais alto no Palácio das Esmeraldas, a vontade do governo de Goiás em "fazer média" com o negacionismo do governo federal salta aos olhos daqueles que tem um mínimo de bom senso.  Matéria do Jornalista Alexandre Ferrari em O Popular: Documento assinado por promotores com atuação na área da saúde cita a alta taxa de ocupação dos leitos de UTI e enfermaria de hospitais destinados para tratamento contra a Covid-19 O Ministério Público de Goiás (MP-GO) enviou uma carta ao governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), com a recomendação de que o Estado não seja sede da Copa América 2021 . O documento também foi encami

Reinaldo

Bateu o desespero - Em página do PT, texto apócrifo chama Campos de 'tolo' e diz que ele 'vendeu a alma'

O PT nacional publicou nesta terça-feira (7) em sua página oficial no Facebook um texto com críticas ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), provável adversário da presidente Dilma Rousseff nas eleições presidenciais deste ano.

Intitulado "A balada de Eduardo Campos", o artigo afirma que o governador é um "tolo" e que "vendeu a alma à oposição" ao descartar a aliança com o PT e decidir se lançar ao Palácio do Planalto.
"Ao descartar a aliança com o PT e vender a alma à oposição em troca de uma probabilidade distante –a de ser presidente da República–, Campos rifou não apenas sua credibilidade política, mas se mostrou, antes de tudo, um tolo", diz o artigo.

Ainda de acordo com o texto, o governador de Pernambuco é um "beneficiário singular da boa vontade dos governos do PT" e transformou sua perspectiva de poder em "desespero eleitoral.

"Estimulado pelos cães de guarda da mídia, decidiu que era hora de se apresentar como candidato a presidente da República –sem projeto, sem conteúdo e, agora se sabe, sem compostura política".

Algumas críticas também são direcionadas à ex-senadora Marina Silva (PSB), neoaliada de Campos. Segundo o artigo, Marina virou uma "pedra no sapato", em referência à polêmica que se criou em torno da antecipação do anúncio de seu nome como vice na chapa do pernambucano e também das divergências entre os dois frente à política de alianças adotada pelo partido.

Apesar de estar na página oficial do PT no Facebook, o texto não tem assinatura. Procurada pela Folha, a assessoria do partido disse que não é de autoria do presidente nacional, Rui Falcão, mas não soube informar quem é o autor.

A reportagem também entrou em contato com a assessoria de Eduardo Campos e Marina Silva, que disseram não ter conhecimento do texto e, caso seja necessário, responderão oficialmente ao que for considerado ofensa.
Leia mais: Folha de S.Paulo - Poder - Em página do PT, texto apócrifo chama Campos de 'tolo' e diz que ele 'vendeu a alma' - 07/01/2014

Comentários

Questão