Após MP-GO recomendar que Estado e Município não recebam a Copa América, Caiado pode desmoralizar o COE e o próprio Secretário da Saúde

A matéria abaixo foi publicada pelo jornal O Popular mostra que o único estado da federação que tem um médico como governador desmerece as decisões técnicas de um comitê montado para emitir pareceres em casos como este e, pior do que isso, desrespeita o próprio secretário de saúde que também poderia opinar tecnicamente sobre o assunto. A política e a politicagem falaram mais alto no Palácio das Esmeraldas, a vontade do governo de Goiás em "fazer média" com o negacionismo do governo federal salta aos olhos daqueles que tem um mínimo de bom senso.  Matéria do Jornalista Alexandre Ferrari em O Popular: Documento assinado por promotores com atuação na área da saúde cita a alta taxa de ocupação dos leitos de UTI e enfermaria de hospitais destinados para tratamento contra a Covid-19 O Ministério Público de Goiás (MP-GO) enviou uma carta ao governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), com a recomendação de que o Estado não seja sede da Copa América 2021 . O documento também foi encami

Reinaldo

Procurador da República não comparece em CPI @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, alegou impedimentos de ordem técnica e disse que não poderia aceitar o convite para prestar esclarecimentos na CPI mista que investiga a ligação de autoridades, empresários e políticos com o contraventor Carlinhos Cachoeira.
O procurador recebeu, na manhã desta quarta-feira, o presidente da comissão, senador Vital do Rego (PMDB-PB), e o relator, deputado Odair Cunha (PT-MG), que defendem a presença do chefe do Ministério Público para dar explicações adicionais sobre as operações Vegas e Monte Carlo da Polícia Federal.
“O procurador nos informou que, além de impedimentos de ordem técnica, as investigações não foram concluídas. Eu respeito este impedimento, embora tenhamos contrarrazões para arguir, visto que uma CPI tem por força constitucional o dever de convocar qualquer cidadão brasileiro para depor” afirmou Vital do Rêgo.
Diante desse entendimento, o presidente da comissão não descarta uma posterior convocação do procurador-geral.
“Tive a prudência de esclarecer que esta foi uma visita institucional. Além disso, há um requerimento, para ser apreciado, convocando o procurador. Significa que, quando o requerimento for a voto, nós seremos interpretes da decisão da maioria do colegiado” disse Vital, sem prever uma data para apreciação do pedido.
Apesar da recusa inicial de Roberto Gurgel, o senador disse que saiu do encontro satisfeito:
“Foi uma boa e longa conversa, e o procurador se colocou à disposição de continuarmos dialogando. Saio daqui satisfeito com a visita. Acho que este encontro é o começo de um processo construtivo de colaboração entre nós e o Ministério Público” afirmou.

Comentários

Questão