Karol Conká pode perder até R$ 5 milhões com suas atitudes no BBB 21

De favorita ao prêmio de R$ 1,5 milhão do BBB 21 ( Big Brother Brasil ), a rapper Karol Conká acumula cancelamentos e pode ter prejuízo de até R$ 5 milhões, considerando perdas com publicidade no Instagram, shows e programas de TV. Os cálculos são da Brunch, agência especializada em influência digital. A agência levou em consideração três aspectos para chegar ao preço de uma publicidade nas redes sociais do criador: custos de produção, uso de imagem e distribuição. No caso da Karol, um post em foto no feed custa R$ 24 mil e ela faz em média dois por mês, o que totaliza R$ 48 mil. Cada show da artista sai por R$ 150 mil. Se ela fizer  quatro shows mensais são mais R$ 600 mil. Juntando redes sociais e shows, os ganhos dela chegam a R$ 648 mil por mês. A cantora tem ainda pelo menos um contrato publicitário de R$ 1 milhão. Além disso, entraria no ar o programa Prazer Feminino, na GNT, em que Karol apresentaria com a ex-BBB Marcela McGown. A Brunch considera que o programa lhe renderia alg

Reinaldo

Galo tem missão difícil contra o Goiás @Reinaldo_Cruz @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br @Goias_ec @AtleticoMG_

No treino de reconhecimento do novo estádio Independência, ontem à noite, as impressões dos jogadores, do técnico Cuca e até do presidente Alexandre Kalil eram, no mínimo, interessantes: olhos curiosos, semblantes de admiração e orgulho da nova casa do futebol mineiro, que promete ficar na memória de todos.
A situação seria perfeita se o Galo não estivesse na berlinda, com a obrigação de vencer o Goiás por três gols de vantagem para passar de fase na competição nacional. Se triunfar por 2 a 0, a vaga será definida nos pênaltis, pois os esmeraldinos venceram pelo mesmo placar no Serra Dourada. O momento histórico de estrear no recém-inaugurado Independência e se reencontrar com os torcedores em Belo Horizonte depois de dois anos são motivações do grupo alvinegro para partir para o ataque e conseguir a missão.
Certamente o fracasso e a eliminação precoce não passa pela cabeça de nenhum jogador, nem de Cuca. O treinador continua prestigiado pela diretoria, mesmo se houver um fracasso. No centro do campo, ele ficou durante 10 minutos conversando com Alexandre Kalil, num tom de compromisso e seriedade. Se a tarefa é indigesta, os atletas mantêm a concentração e fazem pacto pelo sucesso: “Esperamos uma festa muito bonita do nosso torcedor. Precisamos mostrar o jogo ofensivo e tentar fazer um gol no início para que a massa fique tranquila”, afirma o atacante André, artilheiro do Galo na Copa do Brasil, com quatro gols.

Fonte: Super Esportes

Comentários

Questão