Morre Maguito Vilela, prefeito licenciado de Goiânia

O prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), morreu na madrugada nesta quarta-feira (13), a nove dias de completar 72 anos de idade. A morte encerra uma luta contra a covid-19 que começou há 83 dias. Maguito deixa a esposa, Flávia, quatro filhos (entre eles Daniel Vilela), quatro netos e 1,5 milhão de goianienses órfãos. O sepultamento acontecerá em Jataí, sua terra natal. Maguito lutava contra a sua segunda infecção pulmonar, detectada em sete de janeiro – há seis dias, portanto. A notícia de que o paciente havia sido acometido por bactérias no pulmão jogou um balde de água fria em todos que torciam pela sua recuperação, já que antes dela Maguito estava lúcido, assistia a filmes e jogos de futebol no seu quarto, falava com o suporte de uma válvula (que tampava o orifício aberto em sua traqueia para ventilação mecânica) e recebia visita dos netos. O boletim médico desta terça trouxe, pela primeira vez, o adjetivo “grave” para falar da infecção contra a qual o prefeito lutava

Reinaldo

Jogo ainda nem começou e um torcedor já morreu. Isso precisa parar @Reinaldo_Cruz http://youtu.be/pzAY0ZbzciY @Vilanovafc_

A rivalidade entre torcedores de Goiás e Vila Nova passa dos limites, a cada confronto entre as equipes temos que conviver com notícias como esta.
A disputa entre as torcidas organizadas do Goiás e Vila Nova fez mais uma vítima em Goiânia, neste sábado (31). Um jovem esmeraldino de 23 anos foi assassinado no Parque Vaca, em Setor nobre da capital, nesta tarde. Sete torcedores vilanovenses foram presos e dois menores apreendidos suspeitos de participação no homicídio.
De acordo com a polícia, houve uma confusão entre o torcedores do Goiás e integrantes da organizada rival. Quando um dos rapazes sacou a arma, os jovens correram, mas a vítima, que tinha deficiência em uma das pernas, acabou atingida por um disparo e morreu no local.

Lamentável!



























































Comentários

Questão