Estados articulam ofensiva para barrar proposta de parcelamento de precatórios

A perda de prestígio e credibilidade do governo leva o ministério da economia a tentar manobra para não repassar de uma vez os precatórios aos estados, e assim evitar que opositores tenham acesso a verba às vésperas do ano eleitoral. Jair Bolsonaro segue sua ofensiva contra a Democracia, instituições e o sistema de votação, ao tempo em que tenta asfixiar financeiramente possíveis adversários no pleito de 2022. A matéria do Estadão retrata este cenário: Os Estados se mobilizam numa ofensiva no Congresso para evitar o parcelamento dos precatórios devidos pela União, medida defendida pela equipe econômica para garantir a ampliação do programa Bolsa Família no ano que vem. Dos R$ 89 bilhões em dívidas judiciais previstos para o Orçamento de 2022, pelo menos R$ 16,6 bilhões têm governos estaduais como credores. Para os Estados, a PEC dos precatórios e o projeto que altera o Imposto de Renda são duas frentes lançadas pelo governo federal que fragilizam as contas dos governos regionais, com p

Reinaldo

@Reinaldo_Cruz @CopaFlavios Calçados e Esportes Setor Pedro Ludovico #ASBUG @Copa_aespl #GYNELETRO #VINODOESPORTE

Neste Sábado 18 de Junho teremos a definição das equipes classificadas para as quartas de final da 26ª Copa Flávio's calçados e esportes que é disputada no setor Pedro Ludovico. //////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// Após ficar fora da Copa Libertadores em 2011, o tricolor paulista vê seu sonho de retornar a competição ficar cada vez mais distante do Morumbi.Com um elenco caro e pouco produtivo, o São Paulo foi eliminado das duas competições que disputava neste primeiro semestre; O Paulistão e a copa do Brasil.No segundo semestre o time de Carpegiani terá duas oportunidades de regressar a competição mais importante da América do Sul, para isso tem que vencer a Copa Sul Americana ou chegar entre os quatro do brasileirão.Com esse time creio que não vai a lugar algum. ;

Comentários

Questão