Comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega recorreram a Jair Bolsonaro, diz The Intercept

Ligações perigosas apontam para relações estreitas entre comparsas do miliciano Adriano da Nóbrega e o Presidente da República, a matéria intitulada o "O cara da casa de vidro" traz dados que levantam suspeitas sobre Jair Bolsonaro.   O Intercept já havia reportado sobre as escutas em fevereiro, quando mostramos como Adriano dizia que “se fodia” por ser amigo do presidente da República, e em março, quando detalhamos a briga pelo espólio deixado pelo ex-caveira. As referências a “Jair” e “cara da casa de vidro” constam em novos documentos recebidos pela reportagem, que, em conjunto com as escutas anteriores, permitem entender a amplitude das relações do miliciano e da rede que lhe deu apoio no período em que passou foragido. Adriano da Nóbrega fugia da justiça desde janeiro de 2019, quando o Ministério Público do Rio pediu a sua prisão, acusando-o de chefiar a milícia Escritório do Crime, especializada em assassinatos por encomenda. Ex-integrante da elite do batalhão de elite

Reinaldo

Harlei garante pontos em SP @Radio_versatil @Reinaldo_Cruz @Assuntodegoias http://t.co/0w9ZJDr @Questao_Brasil @N92jr

Não chegou a ser uma atuação de encher os olhos do torcedor, mas com dois gols no início de cada tempo, sendo um em uma falha bisonha do goleiro adversário, e vários milagres de Harlei. As circunstâncias que envolveram a primeira vitória do Goiás jogando fora de casa pela Série B neste ano confirmam que a fase da equipe goiana realmente mudou. E para melhor. O primeiro triunfo longe do Serra Dourada veio logo em cima de uma equipe que ainda não havia perdido jogando em seus domínios. E assim o Goiás venceu o Americana por 3 a 1, pela 12ª rodada da segundona. O próximo adversário é um velho conhecido do alviverde, o Sport Recife

Comentários

Questão