Band descarta Fausto Silva em 2021 e confirma estreia de novo programa para Janeiro de 2022

A Band confirmou nesta terça-feira (22) que Fausto Silva, o Faustão, só vai estrear na programação da emissora em janeiro de 2022 . Havia sido cogitado que o apresentador poderia estrear ainda este ano, mas o próprio Faustão descartou essa hipótese. O dia e horário do novo programa ainda não estão definidos, mas segundo especulações da imprensa, tudo caminha para que seja uma atração diária, de segunda a sexta, no horário nobre, embora o domingo ainda não esteja totalmente descartado. As gravações serão realizadas nos estúdios da Band no Morumbi, zona sul de São Paulo. Eles serão reformados para o retorno do apresentador, que deixou da Globo em junho após 32 anos. Band descarta estreia de Fausto Silva este ano e confirma nova atração para Janeiro de 2022

Reinaldo

Homem é preso suspeito de se passar por auditor fiscal para comprar carro de luxo

Segundo delegado, ele abriu conta bancária com documento falso.

Um homem de 42 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil em Senador Canedo, na região metropolitana de Goiânia, suspeito de usar documentos em nome de um auditor fiscal do trabalho para abrir contas em bancos. Anderson Martins foi abordado logo após conseguir a aprovação de um financiamento de R$ 180 mil, que seria usado na aquisição de um veículo de luxo.

Funcionários de uma agência bancária de Senador Canedo procuraram o Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (GREEF), da DEIC, na semana passada, e relataram estarem desconfiados de um homem que havia solicitado um financiamento de alto valor para aquisição de um veículo de luxo.

Após investigação, os policiais descobriram que os dados apresentados pelo suspeito para abrir a conta e solicitar o financiamento, que inclusive já havia sido aprovado, eram, na verdade, de um auditor fiscal do trabalho, que mora em Santa Catarina.

No momento em que efetuaram a prisão de Anderson Martins, os agentes descobriram que ele já havia feito compras no valor de R$ 20 mil com um cartão de crédito que também foi solicitado com documentos falsos, em nome do auditor fiscal. “Além dos R$ 20 mil que gastou com esse cartão black, o Anderson já havia conseguido um empréstimo de R$ 20 mil, e nós descobrimos, ainda, que o carro que ele estava usando também foi financiado com documentos falsos”, relatou o delegado Omar Santiago, do GREEF.

Comentários

Questão