Juliette lança nova música "Solar" que passa mensagem de que os dias ruins também passam

A letra de SOLAR foi escrita por alguém que naquele momento estava dilacerada pela vida, não tinha como saber que aquelas palavras carregadas de tristeza virariam uma bela e alegre música um dia, afinal de contas, elas tinham o intuíto de homenagear e lembrar uma perda muito grande.  As palavras vieram, a caneta deslizou sobre o papel e o texto fluiu de forma natural escrito por alguém magoada, com a fé abalada e triste pelas pancadas da vida naquele momento. Os dias mais difíceis nos levam a pensar que não vamos aguentar, a boa notícia é que eles também passam. A perda de alguém que amamos é irreparável e por vezes nos tira a própria luz do dia, mas que bom testemunhar que Deus nunca soltou a mão de Juliette e ainda permitiu que aquela tristeza de outrora se tornasse um encanto em forma música. A canção "Solar" traz Esperança, conforto e alegria. Na voz aveludada de Juliette ela avisa que o Sol volta sempre para fazer o nosso dia ser lindo outra vez.

Reinaldo

Qual é o ânimo da Câmara para votar a prisão após 2ª instância?



O traficante André do Rap saiu da cadeia no sábado, pela porta da frente, após decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). No mesmo dia, o presidente do STF, Luiz Fux, revogou a decisão do colega. A essa altura, um dos chefes do crime organizado já estava foragido. Nesta quarta-feira, o plenário da Corte discute o caso. O ministro Marco Aurélio sustenta que cumpriu a lei e que sua decisão está amparada no "pacote anticrime", aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.
Mas André do Rap também foi beneficiado pelo atual entendimento do STF, que definiu, no final de 2019, pelo cumprimento da pena somente após o julgamento de todos os recursos. No Congresso, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que define a prisão após condenação em segunda instância ganhou peso ainda durante a campanha de 2018. No final de 2019, teve destaque às vésperas da decisão do STF sobre o tema. O tempo passou, e a PEC não avançou. Agora, após a fuga de André do Rap, o tema volta ao debate.
No Ao Ponto desta quarta-feira, o repórter Bruno Góes avalia as chances de a proposta ser votada ainda este ano e conta como o governo atua em relação ao tema. O repórter André de Souza explica como os ministros do STF já votaram em casos como o do traficante André do Rap, que será analisado pelo plenário da Corte nesta quarta-feira.

Comentários

Questão