Secretários de Saúde veem fracasso de Bolsonaro e Pazuello e também querem impeachment

Secretários estaduais de Saúde consideram que sucessivos vexames de Bolsonaro e Pazuello com as vacinas levaram a situação ao limite do suportável. Alguns gestores já apoiam pedido de impeachment do ocupante do Planalto.  Secretários de Saúde dizem ter chegado ao limite a paciência com o ministro Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro. Alguns falam que o único caminho daqui para frente é um pedido de impeachment do presidente.  Os gestores estaduais de Saúde não receberam nenhuma comunicação sobre o cancelamento da ida do avião brasileiro à Índia, após o fracasso das negociações feitas pelo próprio presidente com o governo indiano. Os secretários se queixam ainda de que não foram avisados sobre mudança no calendário de vacinação e veem o episódio como um vexame e um fracasso nacional.  Segundo o Painel da Folha de S.Paulo , gestores estaduais afirmam que o governo e o ministério estão completamente perdidos. Alguns deles só veem como solução para a tragédia sanitária o impeachment do presid

Reinaldo

Ufa! Enfim o Vila Nova voltou a vencer na série B

Essa foi a terceira vitória do Tigrão longe do seu torcedor, uma vitória importante para serenar os ânimos na Toca e dar esperanças a massa Colorada que tem convivido constantemente com a sombra do Z4. O triunfo sobre o Guarani em Campinas pode ter sido o março de uma nova fase que se inicia no Vila Nova.
Hugo Jorge Bravo resolveu assumir o leme da nau Vilanovense, de cara tomou medidas duras, dispensou jogadores, enquadrou outros e espera que o grupo dê respostas a torcida ainda no primeiro turno do Brasileirão série B. Dentro deste contexto a vitória em Campinas serve para emoldurar esse momento e embasar  a nova proposta do diretor de futebol do clube.
Realistas, Bravo e o Presidente Ecival Martins estipularam o objetivo do Tigrão na competição: fugir da degola com 45 pontos. O torcedor, obviamente espera mais do time e não é raro depois de uma vitória encontrar aqueles que somhado acreditam no tão sonhado acesso para a série A.

Comentários

Questão