O Face, o TSE e o fim de Bolsonaro?

Se é uma decisão do Congresso tirar o presidente da República é o respaldo popular que garante que haverá ou não pressão junto aos parlamentares para que isso seja enfim colocado em apreciação. A palavra final é de Rodrigo Maia que não parece seguro em dar andamento em nenhum dos quase 40 pedidos apresentados. Por outro lado, o que fez o Facebook vai de encontro ao que o STF já tinha feito, desmontar uma suposta rede de fakenews criada a partir de um gabinete do ódio liderado pelos filhos do Presidente. Deste ângulo não há dúvidas que enfraquece ainda mais o já frágil discurso bolsonarista. A direita no Brasil tanto fez para tirar a esquerda do poder e tomar conta de tudo que diz respeito a nação, o viés patriota e combate a corrupção serviram de chamariz para abocanhar o quinhão de poder, mas a impressão ou a percepção dos brasileiros é que a eleição de Jair Bolsonaro foi um ponto fora da curva, tanto Jair quanto o seu entorno usam de práticas tão nocivas ao estado democrático de direi…

Estilo Fernando Diniz é bonito de se ver, mas os resultados são tristes. Fluminense perde para o CSA e afunda no Z4

O estilo moderno e revolucionário que o técnico Fernando Diniz tem implantado no Tricolor carioca tem agradado aos cronistas esportivos, mas o bom tic taca que outrora consagrou Pepe Guardiola no Barcelona não tem produzido resultados satisfatórios e com a derrota para o vice lanterna CSA, o Fluminense entrou na zona de rebaixamento.
Jogar bonito é o sonho de consumo de qualquer equipe, mas os resultados positivos ou negativos são os principais indicadores de que o trabalho tem um norte e satisfaz as necessidades da equipe no que tange a competição em disputa. Ao olharmos apenas para os números do Fluminense no Brasileirão deduzimos que o estilo Diniz não tem rendido o esperado e pode custar caro no final do certame.

Comentários